Eleição deve ficar pro dia 6 de dezembro

As eleições do primeiro turno deste ano devem mesmo ser adiadas em dois meses e ficar para o dia 6 de dezembro. O projeto de Emenda à constituição que prevê a alteração das datas já está no Senado e deve ser votado à toque de caixa também na Câmara. O segundo turno, para cidades com mais de 200 mil eleitores, ficará para o dia 20 de dezembro, quase na véspera do Natal.

ELEIÇÃO DEVE GANHAR NOVO PRAZO PARA FILIAÇÕES

Para mudar o processo eleitoral, é necessário modificar a Constituição Federal. Em primeiro lugar, seria necessário a aprovação de uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição), por causa das datas do primeiro e segundo turno, previstas na Constituição.

Esse tipo de proposta requer, minimamente, a aprovação do texto por 308 deputados e 49 senadores. O rito é formato por quatro sessões (duas na Câmara e duas no Senado). A proposta pode ser rejeitada caso não tenha o apoio mínimo de 3/5 dos parlamentares em pelo menos uma das rodadas.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE