DAE. Atual ‘captação’ de água é de 1972 e no calor precisa de ventilador

Que o Departamento de Água e Esgoto de Americana (DAE) vem enfrentando diversos problemas não é novidade pra ninguém. Em uma visita na obra da nova captação de água bruta na última sexta-feira, o diretor do DAE, Carlos Zappia, detalhou o funcionamento do maquinário para a imprensa.

Atualmente, a tomada de água do rio (captação) é realizada através de um maquinário do ano de 1972. Porém, o que mais impressiona a quem visita o local, é que a cabine do painel de controle do sistema – no calor – precisa de um ventilador – desses comuns – para que não haja superaquecimento.

Em conversa com Zappia, ele afirma que a situação chegou ao limite devido aos muitos anos sem investimentos no local.

VISITA. O objetivo da coletiva de imprensa foi para informar a interligação do novo sistema de captação. Uma obra com investimento de aproximadamente R$20 milhões – com dinheiro do governo federal e também da própria autarquia. De acordo com Zappia, tudo que há de mais moderno no segmento foi utilizado para a construção da nova captação, principalmente a nova cabine do painel de controle, um espaço totalmente refrigerado.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE