Edit

Youtube também derruba live de Bolsonaro sobre vacina/aids

Após o Facebook e o Instagram derrubarem uma live do presidente Jair Bolsonaro em que ele afirma – sem comprovação – existir relação direta entre a vacina contra o coronavírus e o vírus da Aids, o Youtube também decidiu fazer o mesmo. Além de tirar o vídeo do ar, a plataforma também suspendeu o canal de Bolsonaro por uma semana na noite desta segunda-feira.

Nota do Youtube:

“Removemos um vídeo do canal de Jair Bolsonaro por violar as nossas diretrizes de desinformação médica sobre a COVID-19 ao alegar que as vacinas não reduzem o risco de contrair a doença e que causam outras doenças infecciosas.

As nossas diretrizes estão de acordo com a orientação das autoridades de saúde locais e globais, e atualizamos as nossas políticas à medida que a orientação muda. Aplicamos as nossas políticas de forma consistente em toda a plataforma, independentemente de quem for o criador ou qual a sua opinião política”.

Esse é o segundo vídeo em que o presidente faz falsas associações usando a vacina contra o coronavírus. Caso mais algum vídeo seja detectado pela plataforma contendo fakenews, Bolsonaro será suspenso por 14 dias. Em julho, Bolsonaro publicou um vídeo contestando a eficácia das máscaras na diminuição do contágio da doença que causou uma pandemia e matou mais de 4,5 milhões de mortes ao redor do mundo, sendo 606 mil óbitos no Brasil.

Face e Insta excluem ‘live’ de Bolsonaro com mentira sobre aids e vacina

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE