William Waack diz que não é racista

O jornalista William Waack, que foi desligado da emissora no fim do ano passado após comentários racistas nos bastidores de uma transmissão, escreveu um texto para a Folha de SP em que diz não ser preconceituoso. 
Ele finalmente se manifestou e escreveu texto: “Não sou racista”. E coloca a culpa na Globo que sede ‘à gritaria dos grupos organizados das redes sociais’ para manter a imagem institucional.

“Combati intolerância durante toda a minha vida”, escreveu Waack.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE