Volutariado pra Olimpíadas empolga cariocas

da BBC.BR- “Já virou doença”, diz a carioca Francisca Lúcia da Silva, de 57 anos, que desde 2007 trabalha como voluntária em eventos esportivos. Ela deve ser uma das primeiras a assinar a ficha de inscrição para se tornar um dos 70 mil voluntários que o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro começa a selecionar a partir desta quinta-feira.
“Comecei nos Jogos Panamericanos, sete anos atrás, e desde então não parei mais. Virou doença mesmo. Você acaba trabalhando com as confederações de várias modalidades, organizações de esportes para crianças carentes, grandes competições. ?? muito bom”, conta a auxiliar de produção de eventos.
Assim como nos Jogos de Londres, em 2012, serão necessários 70 mil voluntários e a expectativa é que as vagas para mais de 500 diferentes funções sejam ocupadas por brasileiros e estrangeiros falando cerca de 30 diferentes idiomas. A cifra equivale a quase um Maracanã lotado ??? a capacidade atual do estádio é de 78.838 espectadores.
As oportunidades são variadas. Pode-se pilotar um dos barcos ou botes utilizados nos esportes aquáticos, auxiliar em cerimônias de premiação, ajudar com informações e traduções, acompanhar repórteres e até costurar as bandeiras de cada país em uniformes de competição, como os quimonos dos judocas. Também há vagas para especialistas, como médicos, fisioterapeutas, dentistas e profissionais de tecnologia de informação (TI).
Para Francisca, que trabalhará numa Olimpíada pela primeira vez, o que importa é participar.”Eu não tenho preferência específica. Onde me colocarem eu vou. Posso ficar com a imprensa nacional, internacional, com o cerimonial. O importante é mostrar a nossa maneira de receber”, diz.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE