Voluntário planta 3,5 mil árvores em mata ciliar

 “Temos que plantar árvores para colher água”, afirmou o aposentado Etore Delaneza, de 64 anos, após mais um plantio em seu Jardim do ??den. “Não tenho nem vontade de voltar para casa, queria poder ficar aqui plantando, colhendo, capinando. Este é o meu paraíso”. A área que ele cita pertence ao Pós-Represa, em Americana (SP), onde já plantou mais de 3.500 espécies, com o objetivo de reflorestar a região, contribuindo com a proteção do Reservatório Salto Grande.
Além de reflorestar, ele ainda faz a manutenção da área semanalmente: regando as árvores, adubando, fazendo o coroamento, roçando o capim, eliminando pragas.Segundo o aposentando, uma área de três alqueires ainda está tomada por capim, que necessita dar lugar a mais árvores. .

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE