Você sabe o que é melasma?

Caracterizado por manchas em tons de marrom, o melasma ainda possui causa desconhecida. Mas, especialistas concordam que este tipo de manchas podem ser desencadeadas pela alta quantidade de melanóticitos na pele, uma célula que produz melanina, substância pigmentar que envolve a célula protegendo seu núcleo dos raios solares. Neste processo de alta exposição, manifestam-se manchas acastanhadas e escuras, que podem surgir tanto na região do rosto ??? sendo a parte do corpo atingida com mais facilidade, quanto no colo ou nos braços.

De acordo com a fisioterapeuta e especialista em laser Caroline Scoz, a grande influência deste tipo de mancha se dá por causa da exposição ao calor e ao excesso de sol. “Outro momento frequente que pode acabar surgindo melasmas é durante o período de gestação ou devido ao uso de alguns tipos de anticoncepcionais, medicações, fatores hormonais, predisposição genética e doenças como hepatopatias, por exemplo”, afirma Caroline.
O estrogênio, hormônio que controla a ovulação e o desenvolvimento de características femininas é a cerne do problema. Porém, o sol é um catalisador. Caroline Scoz enfatiza que o melasma superficial pode ocorrer em qualquer nível da superfície ou nas camadas mais profundas da pele, por via dérmica, dando assim um formato mais espelhado de manchas. “A maior parte das pessoas com melasma possuem um histórico de exposição diária ao sol, embora também suspeita-se que o calor seja um fator subjacente. ?? mais comum em mulheres, aproximadamente 90% dos casos, e àquelas com tons de pele mais escuro tem mais probabilidade de apresentar as manchas”, explica Scoz.
Mas, como é possível controlar o melasma? Caroline Scoz orienta que evitem o calor intenso, a exposição solar, e que optem sempre por anticoncepcionais de baixa dosagem. “Há diversas opções de controle. Os cuidados se iniciam em casa, com aplicação de cremes à base de ácido retinoico ou glicólico, hidroquinona, ácido kójico, arbutin, resveratrol, entre outros. As vitaminas C e E tópicas são ótimos antioxidantes e potencializam o efeito do filtro solar, que deve ser aplicado rigorosamente a cada três horas. Já o tratamento completo tem continuidade no consultório, com peelings clareadores e lasers”, enfatiza.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE