Edit

Ver.s pedem água e área de lazer

O vereador Professor Padre Sergio (PT) protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um requerimento em que pede informações ao Poder Executivo e ao Departamento de Água e Esgoto de Americana sobre o fornecimento de água entre as ruas Tibiriçá e Cabo Oswaldo de Moraes, no bairro Conserva.
De acordo com o parlamentar, moradores da região o procuraram no gabinete reclamando da má qualidade da água, que além de impurezas apresenta mau cheiro. ???A água que chega em suas residências apresenta péssima qualidade de tratamento e não é condizente com a qualidade esperada, considerado o valor pago pelo serviço???, afirma.
Padre Sergio destaca ainda que os moradores registraram diversos protocolos de atendimento no DAE, entre 2015 e 2018, com reivindicações de melhoria da qualidade da água. Segundo eles, a autarquia não apresentou resposta.
No requerimento, o vereador pergunta quando foi realizado o último reparo na rede de abastecimento de água das ruas Tibiriçá e Cabo Oswaldo de Moraes, se existe previsão para os reparos necessários na rede de abastecimento das ruas e se o DAE está colocando na água um produto capaz de impedir a ferrugem dentro dos canos da rede de abastecimento.
Padre Sergio questiona ainda com que frequência é realizada a análise da água por parte da autarquia, pedindo encaminhamento dos relatórios referentes aos últimos três anos, e se existe contratação de empresa e/ou instituto especializado em análise de água.

O vereador Thiago Martins (PV) protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um requerimento em que pede informações ao Poder Executivo sobre área de lazer localizada entre a Avenida da Música e a Rua Tom Jobim, no Parque Residencial Jaguari.
De acordo com o parlamentar, moradores da região o procuraram no gabinete apresentando questionamentos sobre a manutenção da praça, que recentemente recebeu a instalação de aparelhos de ginástica, parque infantil e campo mas ainda não possui iluminação adequada para o horário noturno.
???Recebi a informação de que a área passou por melhorias devido obrigação assumida por uma empresa, como forma de contrapartida proposta pela instalação de empreendimentos instalados na região???, aponta Martins. No requerimento, o vereador pergunta se a responsabilidade de manutenção e conservação da praça é da prefeitura, e se procede a informação de as benfeitorias foram realizadas por empresa. Em caso de resposta positiva, pede que seja enviada cópia das normativas, legislação e contratos que regem a relação jurídica do empreendimento com o poder público. Martins questiona ainda qual o procedimento para que seja sanado o problema da falta de iluminação na praça, se há planejamento e prazo para solução do problema. O requerimento será discutido e votado pelos vereadores em Plenário, na sessão ordinária de quinta-feira (15).

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE