Edit

Ver.s de Americana e a redução da maioridade penal

O NM resolveu ouvir a posição dos vereadores da região com relação à ideia do governador de São Paulo Geraldo Alckmin de propor a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos.

Em Americana, o petista Adelino Leal se disse favorável à redução em princípio, mas fez ressalvas. “Ainda preciso ver os argumentos a favor e contra a redução”.

Já Capitão Crivelari (PSD) disse que a medida não passa de um casuísmo de Alckmin. “O estado quer deixar de cumprir seu papel com a segurança e propõe agora essa medida paliativa”, afirmou.

O verde Pedrinho Peol se mostrou a favor da medida. “Até 20 anos atrás as crianças viviam como crianças e os jovens como jovens. Hoje adolescentes viviam como adultos mas não querem cumprir os deveres ou correr os riscos da vida adulta”, disse.

Vereador e médico, Ulisses Silveira (PV) disse ser contra a medida. “?? preciso retirar o adolescente do ambiente de crime. Antes devemos dar oportunidades, como escola em tempo integral e outras medidas, não sair punindo”, afirmou.

Moacir Romero (PT) apenas disse que é contra e deve se manifestar na sessão desta quinta.

Oswaldo Nogueira (DEM) é plenamente a favor da redução. Thiago Brochi (PSDB) parabenizou a firmeza do governador Geraldo Alckmin e se disse a favor. 
Tonhão dos Veteranos (PMDB) também é a favor da redução.

O suplente do vereador Kim (PDT), Dr. Alfredo Ondas (PMDB), se disse contra a redução. Na opinião dele, deveria haver uma mudança na legislação para ter mais rigor na apenação dos atos infracionais. 
O suplente do vereador Sacilotto, Abílio Maia (PSDB), não é a favor nem contra, para ele, só reduzir a maioridade não resolve nada. Tem que haver a reeducação e não existe um lugar adequado para isso.
Luiz Renato (PCdoB) é contra e diz que não podemos culpar as crianças pela educação que nós mesmos damos. Citou corrupção “quem mais rouba são os grandes, e os jovens apenas reproduzem e repete o padrão”.
Celso Zoppi (PT) é contra a redução. Na opinião dele, o primeiro erro é a discussão em meio a uma comoção nacional. Zoppi ressalta que o problema está na educação.
Reinaldo Bigotex (PCdoB)está analisando a situação. 
Luiz da Rodaben (PP) é a favor da penalidade em cima do crime e não da redução da maioridade penal. Para ele não é a idade que muda o ato que foi feito. 
Para Dr. Otto (PMDB), A situação precisa de mais estudos. Segundo ele, falta estrutura na sociedade.  

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE