Ver.s aprovam projetos, mas ‘seguram’ Romero

Os vereadores de Americana aprovaram quatro projetos de lei e de resolução durante a sessão ordinária realizada nesta quinta-feira (25). Dois projetos de lei e um projeto de resolução foram adiados, voltando a discussão e votação nas próximas semanas. Tabela de descontos em Cartórios de Registro de Imóveis Foi aprovado por unanimidade com emenda, em primeira discussão, o projeto de Lei nº 113/2014, de autoria do vereador Pedro Salvador (PT), que determina a fixação de placas visíveis nos Cartórios de Registro de Imóveis, dispondo a respectiva tabela sobre descontos para pagamentos de registro de imóvel. Prorrogação de prazo Foi aprovado por unanimidade em discussão única o projeto de Resolução nº 9/2014, de autoria da Comissão Especial de Inquérito do Ameriprev, que prorroga por noventa dias o prazo para término dos trabalhos e apresentação do relatório conclusivo. Relatório de Áreas Contaminadas O projeto de Lei nº 99/2014, de autoria do vereador Dr. Ulisses Silveira (PV), que obriga o Poder Executivo Municipal a disponibilizar no seu portal eletrônico o Relatório das Áreas Contaminadas do Município de Americana, foi aprovado por unanimidade em redação final. Revogação de Lei Foi aprovado por unanimidade em redação final o projeto de Lei nº 114/2014, de autoria do Poder Executivo, que revoga a Lei nº 3.047/1997. Adiados O projeto de Resolução nº 17/2013, de autoria do vereador Luiz Renato, que altera dispositivos da Resolução n° 218/1991 (Regimento Interno da Câmara Municipal de Americana), foi adiado por sessenta dias a pedido do vereador autor. O projeto de Lei nº 97/2014, de autoria do vereador Thiago Brochi, que dispõe sobre a criação da carteira de identidade funcional para os professores concursados da rede municipal de ensino, foi adiado por sessenta dias a pedido do vereador Luiz da Rodaben. O projeto de Lei nº 102/2014, de autoria do vereador Moacir Romero, que disciplina a contratação de professores em caráter eventual, em substituição aos titulares de cargo efetivo na rede municipal de ensino, foi adiado por quinze dias a pedido do vereador Donizete Catequista (PC do B).

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE