Vereadores visitam aterro/lixão de Americana

Os vereadores Leco Soares (Podemos), Lucas Leoncine (PSDB), Marcos Caetano (PL) e Thiago Brochi (PSDB) visitaram nesta segunda-feira (13) a Unidade de Tratamento e Gestão de Resíduos Sólidos de Americana (UTGR) para conhecer os detalhes técnicos do local que funciona como aterro sanitário do município. Os parlamentares foram recebidos pelo gerente-técnico do aterro, o engenheiro Vinícios Alexandre Stabile, que respondeu aos questionamentos e apresentou a estrutura da unidade. A UTGR de Americana entrou em operação em dezembro de 2017, com uma área total de 277 mil metros quadrados, das quais 221 mil compreendem o aterro. O volume total é de 3,733 milhões de metros cúbicos de resíduos urbanos, com capacidade licenciada de 500 toneladas por dia.

 

Segundo o gerente da unidade, os aterros são uma forma de disposição de resíduos no solo diferente dos antigos “lixões”, por serem construídos de acordo com uma série de protocolos ambientais, visando à preservação do solo, proteção dos lençóis freático, do meio-ambiente e das comunidades no entorno. Os vereadores ressaltaram a importância de conhecer de perto o funcionamento da unidade. “Americana não tem lixão, e sim um aterro sanitário dentro de todas as normas existentes”, comentou Marcos Caetano. “É importante que os vereadores venham conhecer os detalhes técnicos e toda a questão ambiental envolvida”, acrescentou Thiago Brochi.

 

Segundo os parlamentares, o conhecimento é essencial para discutir o assunto no âmbito da Câmara Municipal. “É uma tecnologia usada para destinar os resíduos de forma mais eficiente”, reforçou Lucas Leoncine. “A destinação do lixo é uma questão cada vez mais importante de ser discutida na sociedade”, completou Leco Soares.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE