Vereadores participam de reunião da RMC

O presidente da Câmara Municipal de Americana, Thiago Martins (PV), e os vereadores Gualter Amado (Republicanos), Lucas Leoncine (PSDB) e Nathália Camargo (Avante) participaram na terça-feira (17) da 225ª reunião do Conselho de Desenvolvimento da RMC (Região Metropolitana de Campinas), realizada em Americana.

O evento é organizado pela Agência Metropolitana de Campinas (Agemcamp), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Regional do Estado. O conselho reúne prefeitos e representantes das 20 cidades que compõem a RMC para tratar de assuntos que dependem de ação conjunta dos municípios.

A poluição da represa de Salto Grande esteve entre os oito temas pautados e debatidos na reunião desta terça-feira. Outros assuntos discutidos foram a proposta de um hospital metropolitano, apresentada pelo reitor da Unicamp, professor Antonio José de Almeida Meirelles; o programa municipal de fomento à habitação de interesse social, e a evolução da variante Delta da Covid-19 em toda a região.

Durante a reunião, os vereadores destacaram a importância da participação do poder legislativo no debate, principalmente devido à discussão de assuntos como a necessidade de despoluição da represa de Salto Grande.

“Uma reunião como a de hoje é de extrema importância para nossa cidade, porque tratamos do reservatório de Salto Grande. Temos buscado alternativas, reforçado esse trabalho para que um dia a gente consiga ver a represa em condições não só de navegação e pescaria, mas até para banho. É importante que façamos esse trabalho juntando forças dos prefeitos e dos presidentes de câmaras, porque quem ganha é a população de toda a região”, afirmou o presidente da Câmara, vereador Thiago Martins.

O vereador Gualter Amado reforçou que a iniciativa de participar e estar ciente do que vem sendo tratado pelos chefes do Executivo é importante para a atuação do poder legislativo. “A presença do legislativo é fundamental neste tipo de reunião, porque muitas das questões que são discutidas aqui têm que passar pela Câmara para serem aprovadas e colocadas em prática. O legislativo tem que estar acompanhando todas as questões de modo regional”, avaliou.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE