Vereadores derrubam projeto do auxílio emergencial de R$50

Os vereadores de Americana derrubaram, nesta quinta-feira, o projeto de lei de autoria da vereadora Professora Juliana (PT) que autorizaria a prefeitura a conceder auxílio emergencial de R$50 a famílias de baixa renda durante a pandemia.

O líder de governo na Câmara, o vereador Thiago Brochi (PSDB), “chamou a responsabilidade” ao afirmar que o pedido para que os vereadores votassem contra a proposta é unicamente de sua iniciativa. A proposta foi rejeitada por 13 a 5. Votaram a favor da proposta Dr. Otto (Cidadania), Gualter Amado (Republicanos), Professora Juliana (PT), Leonora Périco (PDT) e Vagner Malheiros (PSDB).

O prefeito Chico Sardelli (PV) já havia afirmado que o poder executivo não tem condições financeiras de arcar com o projeto, o que foi justificado pelos vereadores Juninho Dias (MDB) e Lucas Leoncine (PSDB). “O prefeito já afirmou que não há essa possibilidade”, disseram os vereadores.

A proposta havia sido aprovada em primeira discussão na semana passada, mas os votos foram alterados em segunda discussão, nesta quinta.

Ao ver a mudança de voto dos colegas, a autora do projeto questionou a aprovação do subsídio para a empresa de ônibus, afirmando que não houve o questionamento dos colegas na ocasião. A fala foi rebatida por Juninho, que explicou que a aprovação do subsídio foi para evitar o aumento do preço da passagem.

Câmara aprova auxílio emergencial de R$50, mas não deve “vingar”

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE