Vereadores aprovam empréstimo milionário para obras do DAE

Os vereadores da Câmara Municipal de Americana aprovaram em primeira discussão, durante sessão ordinária realizada nesta quinta-feira (9) por videoconferência, o projeto de lei nº 73/2020, de autoria do Poder Executivo, que autoriza a contratação de empréstimo com a Caixa Econômica Federal, como parte do Programa FINISA – Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento, no valor de até R$ 10 milhões.

O valor será utilizado na execução de obras do Departamento de Água e Esgoto de Americana (DAE) para adequação da elevatória de esgoto do Balneário Salto Grande e substituição de redes e ramais de água existentes no Bairro São Vito. O prazo total para a quitação do empréstimo é de dez anos.

 

Vetos

Foi acatado com treze votos favoráveis e cinco contrários o veto total do Poder Executivo ao projeto de lei nº 154/2019, de autoria do vereador Professor Padre Sergio, que proíbe informes em estacionamentos com dizeres que isentem esses estabelecimentos comerciais da responsabilidade por danos materiais em veículos e pelos objetos deixados em seus interiores.

Foi acatado com doze votos favoráveis, cinco contrários e uma abstenção o veto total do Poder Executivo ao projeto de lei nº 167/2019, de autoria do vereador Professor Padre Sergio, que autoriza o Poder Executivo Municipal a criar o Programa Ponto de Ônibus Sustentável em Americana.

Foi acatado com doze votos favoráveis, cinco contrários e uma abstenção o veto total do Poder Executivo ao projeto de lei nº 179/2019, de autoria do vereador Professor Padre Sergio, que autoriza o Poder Executivo a construir piscinões ecológicos e bacias de retenção para armazenamento de água da chuva nas áreas urbanas e rurais do município de Americana.

Foi acatado com doze votos favoráveis e seis contrários o veto total do Poder Executivo ao substitutivo ao projeto de lei nº 176/2019, de autoria do vereador Professor Padre Sergio, que autoriza o Poder Executivo a criar a Política Municipal para a População Migrante e Imigrante.

Foi acatado com doze votos favoráveis, cinco contrários e uma abstenção o veto total do Poder Executivo ao Projeto de Lei nº 14/2020, de autoria do vereador Professor Padre Sergio, que institui o programa de sustentabilidade ambiental na rede municipal de Educação.

Foi acatado com dezessete votos favoráveis e um contrário o veto parcial do Poder Executivo ao projeto de lei nº 4/2020, de autoria do vereador Dr. Renato Martins, que dispõe sobre a implantação de medidas de informação à gestante e parturiente sobre a Politica Nacional de Atenção Obstétrica e Neonatal, visando principalmente à proteção da gestante contra violência obstétrica.

 

Abertura de empresas por microempreendedores individuais

Foi aprovado por unanimidade em segunda discussão o projeto de lei nº 57/2020, de autoria do vereador Dr. Renato Martins (PTB), que propõe alteração na lei municipal nº 6.188/2018, isentando microempreendedores individuais (MEIs) de informar à prefeitura o contador responsável pela contabilidade da empresa.

No documento, o parlamentar explica que na lei federal e no Código Civil não há obrigatoriedade de elaboração de contabilidade para MEIs que possuem receita bruta anual de até R$ 81 mil.

 

Adiado

O veto total do Poder Executivo ao projeto de lei nº 126/2019, de autoria do vereador Rafael Macris, que cria a Política Municipal para a População em Situação de Rua, recebeu primeiro pedido de vista formulado pelo vereador Odair Dias (Pros).

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE