Veja o que pode e o que não pode na Fase Amarela

A região metropolitana de Campinas voltou à fase amarela nesta segunda-feira e deve permanecer pelos próximos 15 dias. No último pronunciamento, o governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que na próxima coletiva – dia 7 de janeiro – nenhuma região avançará de fase.

Na fase amarela, eventos com público em pé continuam proibidos e academias não podem realizar as aulas em grupo. Veja o que pode e o que não pode:

SHOPPINGS, GALERIAS E AFINS

  • Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local.
  • Horário reduzido (10 horas).
  • Praças de alimentação (ao ar livre ou em áreas arejadas).
  • Adoção dos protocolos geral e setorial específico.

COMÉRCIO

  • Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local.
  • Horário reduzido (10 horas).
  • Adoção dos protocolos geral e setorial específico.

SERVIÇOS

  • Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local.
  • Horário reduzido (10 horas).
  • Adoção dos protocolos geral e setorial específico.

CONSUMO LOCAL (BARES, RESTAURANTE E SIMILARES)

  • Somente ao ar livre ou em áreas arejadas
  • Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local.
  • Horário reduzido (10 horas).
  • Consumo local até 17h.
  • Consumo local até as 22h (se a região estiver a ao menos 14 dias seguidos na fase amarela).
  • Adoção dos protocolos padrões e setoriais específicos.

SALÕES DE BELEZA E BARBEARIAS

  • Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local.
  • Horário reduzido (10 horas).
  • Adoção dos protocolos geral e setorial específico.

ACADEMIAS DE ESPORTES DE TODAS AS MODALIDADES E CENTROS DE GINÁSTICAS

  • Ocupação máxima limitada a 30% da capacidade do local.
  • Horário reduzido (10 horas).
  • Agendamento prévio com hora marcada.
  • Permissão apenas de aulas e práticas individuais, mantendo-se as aulas e práticas em grupo suspensas.
  • Adoção dos protocolos geral e setorial específico.

EVENTOS, CONVENÇÕES E ATIVIDADES CULTURAIS

  • Permitido após a região ficar ao menos 28 dias consecutivos na fase amarela (apenas caso a região tenha avançado das fases laranja ou vermelha).
  • Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local.
  • Obrigação de controle de acesso, hora marcada e assentos marcados.
  • Venda de ingressos de eventos culturais em bilheterias físicas ou digitais, desde que respeitados protocolos sanitários e de distanciamento.
  • Assentos e filas respeitando distanciamento mínimo.
  • Proibição de atividades com público em pé.
  • Adoção dos protocolos geral e setorial específico.

DEMAIS ATIVIDADES QUE GERAM AGLOMERAÇÃO

  • Não permitido.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE