Veja dicas para cuidar dos pets no verão

Durante o verão, os pets também sofrem com o calor excessivo, por isso os tutores devem ter uma atenção maior com seus animais. Cães e gatos não transpiram como os seres humanos, pois não possuem glândula de suor. A troca de calor do corpo destes animais é feita pela respiração e também pelos coxins (almofadinhas) da pata. Além disso a pelagem do animal age como aquecedor térmico, aumentando a temperatura corporal.
Alguns cuidados são essenciais neste período do ano para evitar a hipertermia (temperaturas altas no corpo que podem comprometer a saúde):
1- Evitar os passeios entre os horários de calor mais intenso 10-16h;

2- Evite exercícios intensos no calor;

3- Não deixar seu animal exposto ao sol direto por mais de 10 minutos;

4- Brincar com mangueira ou borrifador de água, especialmente com os cães;

5- Manter o animal sempre muito bem hidratado, estimulando a ingestão de líquidos e com água limpa e fresca sempre disponível. Uma boa dica é espalhar mais bebedouros pela casa e colocar cubinhos de gelo na água;

6- Em casa, manter o animal em local bem arejado e fresco. Se o seu animal fica no quintal, ter certeza que ele tem um espaço com sombra e arejado. Se ele fica dentro de casa, deixar alguma forma de ventilação para refrescar o ambiente;
7- Evitar uso de ventilador e ar condicionado virado diretamente para o animal, pois é comum a incidência de infecções respiratórias;

8- Nunca deixar o animal preso no carro ou em caixinha de transporte;

9- Se seu animal tem pelo longo, não deixe de fazer a tosa nesta época;

10- Tutores com filhotes, animais doentes, idosos e animais muito peludos devem ter um cuidado redobrado.shampoo-a-seco-caseiro-com-óleo-essencial
Mais dicas!
Em dias mais quentes, os tutores podem oferecer aos seus animais petiscos refrescantes, como picolés próprio para animais que estão disponíveis em pet shops ou frutas e palitinho de legumes congelados, como pepino, cenoura e couve-flor. Sorvetes e picolés para o consumo humano devem ser evitados devido ao alto índice de açúcar.
Lembre-se de verificar a lista de alimentos perigosos para a saúde de cães e gatos.
Este artigo contou com a colaboração da Médica Veterinária Dra. Sonali Rebelo, especialista em Nutrição Clínica e Funcional do site Tendências Naturebas Pets http://www.tendenciasnaturebaspets.com.br/.
 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE