Vídeolocadoras buscam novos caminhos

Com concorrência da TV paga e da internet cada vez mais forte, as vídeolocadoras que ainda existem precisam buscar novas formas de atrair clientes e sobreviver na região. Em Americana, a mais tradicional das locadoras, a Shopping Vídeos, caminha para se transformar em restaurante e loja de lanches. Até dezembro, a loja ainda vende filmes em DVD e BluRay, mas o espaço interno já trabalha com lanches e almoços.
PRESENTES E ATAQUES– Vizinha da Shopping Vídeos, a 100% Vídeo hoje trabalha com venda de presentes e livros para incrementar a renda. As locadoras tiveram seu auge no interior paulista na virada do século, mas sempre foram alvos de ataques. Seja dos filmes ‘piratas’ gravados e redistribuídos ou dos DVDs chineses, o exercício de alugar vídeos sempre teve grandes adversários. A propagação da internet e o barateamento das TVs pagas parecem ter mudado a cultura do brasileiro e selado o quase fim dos cineclubes.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE