Varejo ‘patina’ na geração de emprego

O mês de outubro não foi dos melhores para a geração de empregos nos municípios da base do Sincomercio (Sindicato dos Lojistas e do Comércio Varejista de Americana, Nova Odessa e Santa Bárbara d???Oeste). De acordo com dados divulgados pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do Ministério do Trabalho, apurados pela assessoria econômica do sindicato, o comércio varejista fechou 6 vagas formais em outubro deste ano, ante saldo positivo de 12 em 2016.
Os setores que mais contribuíram para a queda foram Lojas de vestuário, tecido e calçados e Farmácias e perfumarias, que tiveram saldo negativo de 20 postos de trabalho cada. Quem segurou um pouco foi o segmentos Supermercados, que abriu 30 postos em outubro, o que não foi suficiente para deixar o saldo positivo.
Por município, somente o varejo de Nova Odessa gerou mais empregos que em 2016. Foram 52 vagas de trabalho abertas, acima do saldo em 2016, que já havia sido positivo (14). Com exceção do segmento ???Outras atividades???, todos os demais setores no município tiveram saldo positivo ou, pelo menos, zero.
Americana manteve-se estável em relação a 2016. Em outubro do ano passado registrou saldo negativo de 21 vagas, resultado ligeiramente melhor que no último mês, quando encerrou 23 postos no comércio varejista. Os ???vilões??? grandes no município foram os mesmos que impulsionaram negativamente a região: Farmácia e perfumarias (-13) e Lojas de vestuário, tecido e calçados (-12). Santa Bárbara d???Oeste teve o pior resultado de outubro, tanto na comparação com os municípios da região, quando ante o mesmo período de 2016. No mês passado, o varejo da cidade teve saldo negativo de 35 vagas formais, segundo o Caged, contra saldo positivo de 19 em outubro do ano passado. Lojas de vestuário, tecido e calçados (-26) também foi o maior impulsionador para os dados negativos. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE