Vacinação contra Influenza tem início segunda

Na próxima segunda-feira (23/04) terá início a 20ª Campanha de Vacinação contra Influenza em todas as unidades básicas de saúde, das 8h às 16h. A campanha será realizada em três etapas, porém irá atender em cada uma um grupo específico de pessoas. Somente para a primeira etapa o município recebeu um lote de 14.200 doses da vacina. A meta é vacinar 90%  da população-alvo, o que representa 46.477 indivíduos pertencentes aos grupos prioritários, entre eles idosos, trabalhadores da saúde, gestantes, crianças, entre outros.

A partir do dia 23 de abril a vacina será destinada aos profissionais de saúde, indígenas e pessoas com 60 anos ou mais de idade. Após o dia 2 de maio serão as crianças entre seis meses e cinco anos, gestantes e puérperas que terão prioridade. A terceira e última etapa acontece a partir do dia 9 de maio, quando serão vacinadas as pessoas portadoras de comorbidades, professores (das escolas públicas e privadas) e os indivíduos privados de liberdade. As pessoas que não conseguirem obter a vacina durante o período estipulado de acordo com a indicação na etapa, poderão procurar a unidade de saúde posteriormente.
Segundo estimativas da Vigilância Epidemiológica atualmente há no município aproximadamente 11,5 mil crianças, 5 mil trabalhadores na área da saúde, 27,5 mil idosos, 14 mil portadores de comorbidades e 2,5 mil mulheres gestantes ou puérperas, sendo que  todos deverão receber a vacina.
Para a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Simone Maciel, a campanha é muito importante, pois evita que as pessoas contraiam a doença e também ajuda a prevenir quadros de pneumonias e internações, diminuindo assim as possibilidades das pessoas pertencentes aos grupos prioritários ficarem internadas e até morrerem pelo vírus causador da gripe.
???Essas pessoas [dos grupos prioritários] podem evoluir com maior gravidade, levando a internações, quadros de pneumonia e até mesmo a óbito. Então o alerta é para que busquem qualquer unidade de saúde do município, para receberem a vacina o mais rápido possível e ficarem protegidas contra o vírus???, ressaltou.
A Vigilância esclarece ainda que a vacina é inativada, produzida a partir de vírus morto fragmentado e protege contra influenza A H1N1, influenza A H3N2 e influenza B e está contraindicada somente para as pessoas que apresentam alergia grave a ovo ou que tiveram reações graves em doses anteriores.
 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE