Vacinação em Condomínios, por J. L. Bregaida

Finalmente, os brasileiros e os paulistas começam a enxergar uma luz no fim do túnel com o início da aplicação da vacina de prevenção à Covid-19. O ano de 2020 passou para a história como a pior crise sanitária e econômica do Século XXI.

Infelizmente, chegamos ao número estratosférico de 8,871 milhões de infectados e 217.664 mortes no país (dados de 25 de janeiro). Aqui registramos nossa total empatia e solidariedade às famílias que tiveram seus entes queridos ceifados pela pandemia.

O Sindicond, como legítimo representante dos moradores de Condomínio no Estado de São Paulo, reafirma sua postura de confiança na ciência.

Desde o início da pandemia, tomou uma atitude responsável de seguir à risca o Plano São Paulo de flexibilização da economia (que incluiu também as áreas comuns nos Condomínios) e sobre o reforço da higienização e conscientização sobre o uso de máscaras e álcool em gel.

E, agora, com a chegada das vacinas ao país, desenvolvidas e aprovadas em tempo recorde, estamos confiantes que poderemos voltar ao novo normal se não em breve, pelo menos a médio prazo.

E também temos feito a lição de casa. Síndicos, Administradoras e Condôminos também têm se mobilizado para conscientizar o público alvo a se vacinar. A hora de todos vai chegar.

Mas, neste momento, serão vacinados os profissionais de saúde, pessoas acima de 60 anos, quilombolas e indígenas.

A orientação que o Sindicond tem feito de forma permanente é que os gestores dos Condomínios orientem os moradores e colaboradores incluídos nos grupos prioritários a se vacinarem.

Os gestores também estão cientes sobre a exigência da carteira de vacinação dos colaboradores, incluídos nos grupos subsequentes, para atingirmos a chamada imunidade de rebanho, quando o vírus deixa de ser transmitido a população.

A Covid-19 não é uma gripezinha. Isso já está cientificamente demonstrado. Acima de ideologias partidárias, estão as vidas.

Em nome da preservação das vidas dos moradores de Condomínios, fazemos um apelo para que todos se vacinem e que continuem a cumprir os rigorosos protocolos de segurança.

Estamos confiantes de tudo isso vai passar, para retornarmos nossas vidas com saúde e ao lado dos nossos entes queridos. Conclamamos a todos fazerem sua parte.

(*) José Luiz Bregaida

Presidente do Sindicond (Sindicato dos Condomínios do Estado de São Paulo)

 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE