Vacinação contra a gripe começa em Nova Odessa

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe (Influenza) começou nesta segunda-feira (12) em todas as UBSs (Unidades Básicas de Saúde) de Nova Odessa. A ação seguirá cronograma, que prevê três etapas, até o dia 9 de julho.

De acordo com informações do PNI (Plano Nacional de Imunização) do Ministério da Saúde, na 1ª etapa da campanha serão vacinadas crianças maiores de 6 meses e menores de 6 anos de idade, gestantes, puérperas e trabalhadores da Saúde. Esse grupo soma um total estimado pela Vigilância Epidemiológica de 4.878 pessoas.

“A vacina contra a gripe é de extrema importância e ela será conduzida paralelamente a com a da Covid. Lembrando que a dose contra o coronavírus vem sendo realizada exclusivamente no Ginásio Municipal do Santa Rosa e a da gripe está sendo ministrada em nossas Unidades Básicas de Saúde. Serão três etapas e, para receber a vacina da gripe, o grupo prioritário não precisará se cadastrar, basta ir direto na UBS mais próxima da sua casa”, explicou o secretário de Saúde, Nivaldo Luís Rodrigues.

A 2ª etapa da campanha contra a gripe está programada para iniciar no dia 11 de maio, com aplicação da vacina em 5.722 idosos com mais de 60 anos, além dos professores. A 3ª e última etapa está marcada para iniciar no dia 09 de junho, onde serão atendidos pacientes com comorbidades, pessoas com deficiência, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário, forças de segurança e salvamento e Forças Armadas. A meta é vacinar ao menos 90% desse público.

“A exemplo do que já aconteceu no ano passado, a imunização será feita em etapas, com atendimento de diferentes grupos prioritários ao longo da campanha. As primeiras doses já começaram a ser aplicadas”, explicou Nivaldo.

Plano Nacional

De acordo com informações do Departamento de Vigilância Epidemiológica, projeções feitas com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apontam que até o final da campanha cerca de 13 mil pessoas devem ser imunizadas na cidade. Ainda de acordo com orientações do PNI (Plano Nacional de Imunização) do Ministério da Saúde, as pessoas que não pertencem aos grupos determinados devem procurar a vacina na rede particular.

“O número de doses que recebemos são exclusivas para os grupos de risco”, frisou o secretário municipal, que é médico. Por conta da vacinação contra a Covid-19, a Vigilância Epidemiológica informa que se deve aguardar 14 dias entre uma dose da vacina contra a Covid e da Gripe.

Para se proteger contra a gripe, também é recomendável evitar aglomerações e lugares fechados. Além disso, é preciso lavar bem as mãos com água e sabão, usar álcool em gel para higienização, manter os ambientes arejados e evitar o contato com pessoas gripadas e resfriadas.

Segundo informações da Vigilância Epidemiológica, Nova Odessa não possui nenhum caso registrado da doença. “A Gripe H1N1, causada pelo vírus Influenza, é mais forte do que aquele que estamos acostumados. Febre acima de 39ºC, dor no corpo e de cabeça, tosse, dor no peito e evolução para desconforto respiratório estão entre os sintomas da doença que pode levar à morte”, disse o secretário. Os pacientes que apresentem este quadro devem procurar atendimento no pronto-socorro ou UBS (Unidade Básica de Saúde) mais próxima de sua casa.

Nivaldo reforçou a importância da vacinação. “Convido as pessoas que fazem parte dos grupos prioritários para que se imunizem. Elas estão se protegendo e garantindo também a saúde dos seus familiares e da comunidade. Se você faz parte do grupo de risco ou conhece alguém nestas condições, não hesite e procure a UBS mais perto da sua casa”, disse.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE