Unegro vai a Chico demandar políticas raciais

A vereadora Professora Juliana (PT) reuniu-se nesta sexta-feira (30) com representantes da Unegro (União de Negras e Negros Pela Igualdade) de Americana e Santa Bárbara d’Oeste e outros grupos do movimento negro e o prefeito Chico Sardelli, na prefeitura de Americana. O grupo apresentou uma pauta de reivindicações na área da igualdade racial ao Chefe do Executivo, com propostas para as áreas de Educação, Cultura, Saúde, Habitação e Promoção Social.

 

Entre as demandas apresentadas pela Unegro ao prefeito estão a criação e implantação do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial no município, a criação do Centro de Memória e Pesquisa do Povo Negro, a retomada do projeto Batakotô na cidade, a implementação do estudo sobre a cultura e história negra nas escolas, entre outras. O prefeito recebeu as demandas e se mostrou disposto a discutir os projetos apresentados. Ele se prontificou a pedir para os secretários de Educação, Vinícius Ghizini, Cultura e Turismo, Fernando Juliani, e Assistências Social e Direitos Humanos, Juliane Munhoz, se reunirem com o grupo para dar andamento nos pleitos relacionados a cada uma das pastas.

 

A vereadora Professora Juliana (PT), que intermediou o encontro com o prefeito, avaliou positivamente o encontro e, na reunião, colocou o mandato à disposição das demandas do grupo. “A pauta do movimento negro por décadas foi deixada de lado na cidade de Americana, mas sabemos que somente por meio de políticas públicas afirmativas e efetivas será possível reverter esse quadro. É preciso não só fazer esse resgate da história e da cultura, mas pensar em projetos para diminuir a desigualdade e dar mais oportunidades. E isso tem que ser feito com a participação popular”, disse a vereadora.

 

Para a representante da Unegro, a historiadora Cláudia Monteiro, o encontro foi um primeiro passo para que as pautas defendidas pelo grupo sejam desenvolvidas. “Entendemos que essa reunião foi histórica, pois pela primeira vez o prefeito sinaliza com uma sensibilização maior para à temática étnico racial e com a possibilidade de efetivação de políticas públicas para a população negra. Foi uma reunião importante, pois tivemos presentes combatentes históricos nessa luta. Entregamos uma pauta de reivindicação que nunca foi sequer debatida com o poder público. Por isso, acreditamos em um avanço nessa questão, pois sinaliza um diálogo com o Executivo, intermediado pelo Legislativo, com a intervenção do mandato da vereadora Juliana”, disse Cláudia.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE