Edit

Últimos dias pra escolas enviarem relatos pra olimpíada de língua portuguesa

Diretores de escolas públicas de todo o Brasil, que se inscreveram na 7ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa, têm até o dia 16 de agosto para enviarem os relatos de prática e seus respectivos materiais selecionados para representarem suas escolas no concurso. Informações, regulamento e o passo a passo para o envio das produções estão no Portal Escrevendo o Futuro.

Os 59 mil professores inscritos trabalharam os cinco gêneros do concurso (Poema, Memórias literárias, Crônica, Documentário e Artigo de opinião) em oficinas realizadas com seus estudantes, entre os dias 22 de fevereiro e 5 de agosto. Desde o último dia 6, a Comissão Julgadora Escolar está avaliando e selecionando os materiais produzidos pelos docentes na fase das oficinas: relatos de prática, linha do tempo e álbum da turma. Nesta etapa, serão definidos os representantes das escolas em cada gênero literário nas próximas atividades da Olimpíada.

Coordenada pelo diretor da escola, a Comissão é composta de três a cinco avaliadores, como professores de Língua Portuguesa que não estejam inscritos nesta edição do concurso, representantes dos pais de estudantes que não estejam participando do concurso ou representantes da comunidade que sejam reconhecidos pelo domínio da Língua Portuguesa e da área do audiovisual (repentistas, cordelistas, contadores de histórias, jornalistas, escritores e poetas).

Nas etapas seguintes, serão selecionados 42 relatos de prática de cada gênero que avançarão para a semifinal. Aos selecionados nesta etapa será disponibilizado um ambiente virtual de aprendizagem específico para cada um dos gêneros, a fim de proporcionar encontros formativos e culturais. Nesta fase, serão selecionados os 80 professores finalistas, entre os quais serão escolhidos os 20 ganhadores. As comissões julgadoras podem ser compostas por pais, membros da comunidade, especialistas de universidades, representantes das instituições parceiras e do Itaú Social.

Para auxiliar na criação da comissão e apoiar os participantes nos critérios de seleção, está disponível o webinário sobre o tema no canal de YouTube do portal Escrevendo o Futuro. Além disso, é possível conferir mais detalhes sobre os “Critérios de Avaliação” dos Relatos de Prática.

Os relatos devem conter as estratégias, soluções, alternativas e inovações encontradas pelos professores para executarem as atividades em meio à pandemia com suas turmas, garantindo assim a continuidade do processo de aprendizagem com os alunos. Para acompanhar o relato, é incentivada a multiplicidade de formatos de mídia que exemplificam essa relação professor-aluno, como fotografias, vídeos, áudios e produções textuais desenvolvidas pelos estudantes e os resultados obtidos. Reunidos, esses materiais vão contar a história do percurso da turma.

A Olimpíada de Língua Portuguesa, que objetiva apoiar os professores da rede pública no aprimoramento das práticas de ensino de leitura e escrita, recebeu mais de 112 mil inscrições nesta 7ª edição e teve a adesão de todos os estados brasileiros, 3.877 municípios e mais de 27 mil escolas inscritas.

O concurso integra o Programa Escrevendo o Futuro, desenvolvido pelo Itaú Social com a coordenação técnica do Cenpec (Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária). Conta com a parceria do MEC (Ministério da Educação), da Undime (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação), do Consed (Conselho Nacional de Secretários de Educação), da Fundação Roberto Marinho e do Canal Futura.

 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE