Tucano ‘reprova’ Odebrecht e quer melhorias

Na noite desta terça-feira, dia 01, o vereador Décio Marmirolli (PSDB) apresentou aos outros vereadores um requerimento apresentando várias reclamações de contribuintes a respeito do serviço prestado pela concessionária Odebrecht Ambiental SA e outro requerimento cobrando da prefeitura informações a respeito do repasse para a base do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) em Sumaré.

No requerimento nº 792 Décio revela que tem recebido diariamente reclamações de moradores em relação a Odebrecht Ambiental, tais como: buracos abertos para realização de reparos sem a devida recomposição asfáltica; fornecimento de água constantemente interrompido; falta de qualidade no atendimento presencial na sede da empresa; afronta aos que se dirigem ao local para esclarecerem suas contas de água; e até um caso de um contribuinte expulso da sede da empresa que registrou boletim de ocorrência após o incidente.
Diante destes fatos, o parlamentar cobra o Poder Executivo sobre quais as ações efetivas que estão sendo adotadas pela CONRECO (Conselho Municipal de Regulação e Controle Social) para equacionar os problemas/dificuldades em prol da população? Uma vez que este Conselho foi criado para acompanhar os serviços prestados pela concessionária.
Marmirolli também quer saber quais as medidas que o Conselho irá tomar em benefício ao consumidor que registrou a ocorrência.
Já no requerimento nº 791, o vereador explica que desde 2008 houve a regionalização do SAMU, prevista pelo Ministério da Saúde, sendo a Central de Regulação no município de Hortolândia, para atendimento ao município de Sumaré também. E que na data da implantação houve a publicação na imprensa de que o Ministério da Saúde realizaria o repasse de R$ 124 mil por mês, num total de R$ 1.488.000,00/ano, para custeio do SAMU. Portanto, Marmirolli pergunta ao Executivo se existe repasse para base do SAMU Sumaré e qual o valor do repasse, informando mês a mês de janeiro até a presente data, bem como as datas dos repasses.
O requerimento nº 762, do vereador Fabio Ferreira dos Santos, o “Fabinho” (SDD), pede informações sobre transporte escolar municipal para pessoas com deficiência física ou mobilidade reduzida.
O requerimento nº 763, do vereador Sérgio de Carvalho Elias, o “Sérgio Populina” (PSB), pediu informações sobre área de lazer no bairro Parque das Nações. Em outro requerimento ele pede informações sobre a área de lazer no bairro Jardim Paulistano.
O poço artesiano no campo do Jardim Denadai foi motivo de requerimento do vereador Fabinho. Ele também cobrou referente ao projeto de Valorização da Avenida Sete de Setembro.
O vereador Edimundo Flor de Lima (PPS) apresentou o requerimento nº 769 pedindo informações a reserva de vagas para o transporte escolar em frente à Escola Municipal André Denadai. Também cobrou referentes a itinerário do ônibus escolar por alunos do Jardim Amélia e Viel.
O vereador Heliomar Geremias dos Anjos, o “Mineirinho” (PSC), apresentou o requerimento nº 785 pedindo informações sobre construção de pontos de ônibus. Já o vereador Ronaldo Mendes (PSDB), solicitou informações sobre algumas linhas de ônibus na região do Matão.
Populina pergunta sobre um projeto com objetivo de canalizar águas pluviais em Sumaré no requerimento nº 793.
Na 27ª Sessão Ordinária os vereadores apresentaram e aprovaram 122 indicações, 32 requerimentos e 01 moção.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE