Edit

TSE ‘liberado’ para julgar Cristina

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) deve julgar até o final do ano o processo de cassação do mandato da prefeita de Sumaré, Cristina Carrara (PSDB), e de seu vice, Luiz Alfredo Dalben (PPS). 
Havia a expectativa que o processo fosse incluído na pauta da sessão de julgamentos da terça passada, o que não aconteceu. Ele pode entrar na pauta. Se as cassações dela e de Dalben forem mantidas, ela ainda pode recorrer apresentando dois embargos de declaração, mas com “difíceis” chances de reverter a situação, aponta o TSE.
Junto com o vereador afastado Dirceu Dalben (PPS), prefeita e vice tiveram seus mandatos cassados pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral) em 2013, acusados de abuso de poder econômico e uso irregular de um jornal para benefício das candidaturas, durante a campanha eleitoral de 2012.
Em agosto de 2014, em decisão monocrática, a ministra Luciana Lóssio negou um recurso especial impetrado pela prefeita. A defesa entrou com recurso e, em outubro do mesmo ano, o TSE decidiu que o julgamento deve ser realizado pelos sete ministros em plenário. Se tiver a cassação mantida e ajuizar os embargos, Cristina “dificilmente” mudará a decisão, segundo a Assessoria de Imprensa do Tribunal, pois eles “servem apenas para esclarecimentos”.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE