Trocas de informações marcam Congresso Jurídico

O 1º Congresso Jurídico Empresarial de Piracicaba e Região atingiu seus objetivos ao fomentar o network entre os participantes. Nos dois dias de realização (17 e 18), apresentou temas que elucidaram dúvidas e, ao mesmo tempo, aproximaram os profissionais do Direito e de outras áreas nas 10 palestras ministradas por renomados profissionais, no auditório da Acipi. 
Para a vice-presidente da OAB-Piracicaba, Sueli Aparecida Morales Felippe, “o congresso contribuiu para enriquecer o trabalho dos advogados. Por exemplo, trocamos informações sobre causas que estamos defendendo. Evento como este precisa acontecer sempre, com temas atuais e produtivos”, falou. O 1º Congresso Jurídico Empresarial de Piracicaba e Região recebeu inscrições de 16 cidades e quatro estados. Do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina vieram as advogadas Débora Rosati, Katherine Kock, Maquiele Godinho, Liliane Quintas Vieira e Simone Cristiane Davel. “Soubemos do evento por meio de um professor de pós-graduação do Rio de Janeiro e aprovamos a programação completa”, disseram.  Entre as palestras do último dia (quinta-feira), o tema “Relações Institucionais – Empresa x Governo” foi abordado por José Luiz Ribeiro (secretário de Estado do Emprego e Relações do Trabalho) e Ricardo Martins, diretor de Assuntos Corporativos, Relações Governamentais e Recursos Humanos da Hyundai Motor Brasil. Na análise de Ribeiro e Martins, que foram moderados pelo advogado Marcelo Baraldi dos Santos, o empresário precisa, com urgência, “abandonar a cultura do faço sozinho”, ao mencionarem a importância dos setores jurídico e contábil para defesa e desenvolvimento das empresas.  De acordo com Ribeiro, o Governo do Estado de São Paulo tem agências de fomento aos empresários, como a Desenvolve SP e a Investe SP. No entanto, nem sempre são procuradas por falta de profissionais que entendam de políticas públicas para aproximação destes mecanismos. A mesma opinião foi compartilhada por Ricardo Martins, que acrescentou: “Um profissional experiente consegue fazer a análise da mitigação de risco para cada área, dá sugestões e propõe ações para serem avaliadas. Na relação governamental torna-se ainda mais importante”.  Para o advogado Rodrigo Baraldi dos Santos, coordenador técnico do 1º Congresso Jurídico Empresarial de Piracicaba e Região, o resultado foi super positivo. “Cada participante pode se atualizar com leis e termos técnicos proferidos pelos renomados palestrantes, além das grandes discussões jurídicas que dominam os escritórios de advocacias. Já planejamos a segunda edição para 2017”.  REALIZA????OA realização e a organização do 1º Congresso Jurídico Empresarial de Piracicaba e Região foi do escritório Baraldi e Bonassi Advocacia Empresarial, Manifesta Cerimonial e Dr. Job Cursos e Treinamentos. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE