TRE cassa o mandato de Toninho Mineiro em Sumaré

O TRE-SP cassou ontem o mandato do vereador de Sumaré, Toninho Mineiro, por infidelidade partidária. Ele deixou o PSDB em setembro de 2011 para ser candidato a prefeito pelo PMDB nas eleições desse ano. Por estar no final do mandato o vereador não deve recorrer.

Este foi segundo caso registrado na RMC este ano. Pelo mesmo motivo, o barbarense Danilo Godoy foi penalizado no meio do ano. Ele também deixou o ninho tucano em 2011 para ingressar no PP, da deputada federal Aline Correa. Até agora, somente vereadores do PSDB foram cassados por infidelidade.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE