Toffaneto quer você de olho na Nova SP

POR QUE DEVEMOS NOS PREOCUPAR COM O ANUNCIO DE OBRAS NA RODOVIA LUIZ DE QUEIR??Z?
Em 2013, o Governador deu aval para iniciar o processo de duplicação e recapeamento da SP-304, Rodovia Geraldo de Barros, entre Piracicaba e São Pedro e em 2014 as obras se iniciaram a todo vapor, com maquinários, funcionários e engenheiros a mil, porém, poucos meses após o início, a população e os usuários foram percebendo que aos poucos a agilidade foi sumindo, as máquinas trabalhando mais devagar e as obras a passos lentos. 
No ano de 2015, mais precisamente no final do ano, as obras pararam de vez, porém, restou aos usuários os transtornos de uma pista mal sinalizada, com trechos sem asfalto, enfim, sobrou para os usuários. A empresa responsável pelas obras, simplesmente requereu o cancelamento do contrato e abandonou o canteiro à própria sorte.
O Governador, após muita insistência da mídia, se manifestou em junho de 2016 e disse que as obras seriam entregues em dezembro do ano passado, porém, quem passava pelo trecho, percebia que terminar aquela obra em dezembro de 2016 era praticamente impossível. 
Como toda irresponsabilidade política sobra para a população as consequências, no dia 22 de agosto do ano passado, Heictor Coutinho e Sthefani Nathalim, que haviam formalizado o matrimônio dois dias antes, faleceram num acidente na SP-304 em decorrência da falta de sinalização da via. 
Agora, Junho de 2017, quase um ano após o passamento do casal, o Governador visita São Pedro e anuncia um aporte de R$ 22 milhões para reinicio das obras e lança mais um prazo para a conclusão: Dezembro de 2017, 
Amigos, não sou cético, não sou o profeta do apocalipse, porém, não sou burro e nem ingênuo. O ceticismo as vezes nos põe a pensar em certas coisas e não simplesmente acreditar naquilo que querem que acreditemos. 
Quando estive com o Governador Alckimin em 2016, pedi a ele que levasse a nossa rodovia a sério, afinal, ela é o nosso dia a dia, são mais de 100.000 pessoas que a utilizam diariamente e que merecem respeito, não por serem contribuintes, mas sim, por serem pessoas que possuem família e que necessitam dessa rodovia. 
Acredito nas boas intenções do Governador, porém, peço a ele que assim que as obras forem iniciadas, que elas sejam feitas com a maior brevidade possível, afinal, melhor manter do jeito que está do que destruí-la, abandoná-la, para depois de quase dois anos resolver a situação. Nesta rodovia trafegam quase 60.000 veículos ao dia e os efeitos das obras no trânsito serão catastróficos, portanto, a pressa e a perfeição nesse caso devem andar juntos. 
Que a nossa SP-304, Rodovia Luiz de Queiróz, não tenha o mesmo destino que a SP-304, Rodovia Geraldo de Barros!Leo Toffaneto – Amigos da SP-304

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE