Time feminino com risco de perder representação nas Câmaras

O time feminino na política regional corre o risco de perder representatividade após as eleições de 15 de novembro. Nenhuma das quatro vereadoras eleitas em 2016 na região vai para a disputa. A pequena dúvida que ainda pode existir é com relação à vereadora de Nova Odessa Carla Lucena/PL, mas ela garante que vem mesmo a prefeita este ano.

Uma das das eleitas, Judith Batista de Americana, morreu em fevereiro de 2019 vítima de câncer. Ela era do PDT e foi substituída pelo vereador Renato Martins, que migrou para o PTB. Carol Moura, Podemos Nova Odessa, acabou por renunciar ao mandato este ano. Foi substituída por Polaco/PL, que vai tentar ser reeleito.

MAJORITÁRIAS– Duas vereadoras eleitas em 2016 vão para a disputa majoritária. Giovana Fortunato/PDT, eleita pela primeira vez em 2016, tem uma campanha estruturada e vai tentar fazer algo inédito- saltar do primeiro mandato para a prefeitura. Já Carla Lucena/PL seguiu todo seu trabalho para se tornar candidata a prefeita. Depois de dois mandatos, alçou voo solo e vai para a disputa com estrutura e experiência.

 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE