Tiktok. Qual a tendência pra 2020?

O universo das redes sociais é cíclico. Embora atualmente o grupo do Facebook viva seu reinado, aproveitando todas as regalias de quem dá as cartas do jogo, um novo ciclo está prestes a começar. O TikTok, um aplicativo chinês focado na produção e compartilhamento de vídeos curtos, conquistou em novembro de 2019 a marca de 1,5 bilhões de downloads mundialmente e atraiu a atenção do mercado, sendo apontado por especialistas como o mais promissor entre todos os apps em ascensão no momento.

O tiktok consome bastante volume de dados dos celulares, por isso é importante ter um bom plano. A SKY Internet tem buscado se diversificar para atender vários tipos de usuários.

TikTok chega a quase metade dos internautas

“O TikTok é a plataforma para ficar de olho em 2020. Depois de atingir mais de 1 bilhão de downloads em 2019, nós podemos esperar que o TikTok mantenha o crescimento meteórico em 2020 graças a suas agressivas campanhas de marketing e investimento em crescimento regional”, afirmou Adrián Bravolíder regional na América Latina da Socialbakers, plataforma de análise de mídia social, em entrevista ao LABS.

Além da América Latina, o app também vive um momento de plena ascensão em países como Estados Unidos, Índia, França e Japão, ainda que venha sofrendo pressão internacional após ser acusada de fornecer dados dos usuários da plataforma para terceiros.

Recentemente, um estudante universitário da Califórnia acusou o aplicativo, em uma ação coletiva, de transferência de dados de usuários particulares para servidores na China. A empresa também está enfrentando uma investigação de segurança nacional do governo dos EUA sobre preocupações com armazenamento de dados e possível censura de conteúdo político sensível. A TikTok já se manifestou dizendo que não guarda qualquer dado pessoal de seus usuários, mas continua sendo investigada nos EUA.

Rodrigo Barbosacommunity manager do Tiktok, disse ao LABS que a empresa ficou entusiasmada “com a resposta extraordinária” dos usuários brasileiros ao app. Ele disse também que, além de todos os esforços para melhorar constantemente os recursos de conteúdo na plataforma, a localizaçãoserá um dos maiores pilares da empresa para manter o ritmo de crescimento internacional no próximo ano.

Em 2020, o Brasil deve tornar-se uma peça chave para a estratégia global do aplicativo. Em entrevista ao LABS, Barbosa falou sobre os próximos passos do aplicativo no país e de como a empresa está reforçando os mecanismos de privacidade e segurança da informação em meio investigações de violação de privacidade nos Estados Unidos.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE