Têxteis vão buscar reposição da inflação

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Têxteis de Americana, Luiz Carlos Nascimento e o Tesoureiro Francisco Breth, estiveram esta semana em São Paulo em reunião na Federação Estadual discutindo a pauta de reivindicações para a Campanha Salarial 2020/2021. Participaram do encontro dirigentes sindicais de todo o Estado e profissionais de apoio das entidades.

“Seguindo todos os procedimentos de segurança e saúde, por conta da Pandemia, realizamos esta reunião num local amplo e mantendo o necessário distanciamento, com o objetivo de ouvir as necessidades de cada região e formular uma pauta possível de ser negociada”, explicou Luiz.

Segundo o presidente dos Têxteis de Americana, o objetivo principal é repor a inflação do período e manter as cláusulas sociais. “Estamos vivendo um momento atípico por conta da Pandemia, mas não podemos nos esquecer que os produtos subiram nas prateleiras dos supermercados, no açougue, na farmácia, sem falar da conta de água, luz e gás. Então, é preciso correr atrás de repor um pouco das perdas”, analisou.

Até o dia 20 de setembro, os sindicatos devem realizar as assembleias em suas bases territoriais para apresentação da íntegra da pauta aos trabalhadores. Aprovada, ela segue para ser protocolada no Sindicato Patronal dando às negociações. Os têxteis de Americana negociam com dois sindicatos patronais: o Sinditêxtil (fiações) e o Sinditec (tecelagens e demais empresas).

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE