Testemunhas falam na CEI da saúde

Na tarde desta quarta-feira, dia 30, o presidente da CEI (Comissão Especial de Inquérito) da Saúde, o vereador Angelo Roberto Réstio (PMDB), o Nenê Réstio e a relatora, a vereadora Carla Furini de Lucena (PSDB), ouviram quatro testemunhas. Em duas horas de trabalho foram ouvidos a mãe, o pai e a avó do Kaleb Henrique Garcia Silva, além do vereador Claudio José Schooder (PV), o Leitinho, que foi um dos denunciantes dos quatro casos que estão sendo apurados.

????? de estrema importância que os pais e testemunhas convidadas colaborem com a Comissão. Hoje, por exemplo, foi um dia muito produtivo, levantamos até novas testemunhas e estamos no caminho certo. Nosso tempo é curto, porém a nossa intensão é trabalhar com a maior seriedade e imparcialidade para ajudar as famílias na elucidação destes casos???, disse a relatora da comissão, Carla Lucena.
Segundo o presidente Nenê Réstio, após as oitivas desta quarta-feira novas testemunhas foram oficiadas. As oitivas seguem amanhã, dia 1, às 14 horas, quando serão ouvidos o Secretário de Saúde, Vanderlei Cocato; os diretores clínico e técnico; o coordenador de enfermagem, o presidente da Comissão de ??tica, todos do Hospital Municipal Dr. Acílio Carreon Garcia e; a presidente da Comissão Processante Disciplinar do Município. 
Já na sexta-feira, dia 2, às 8 horas, serão ouvidos os médicos que prestaram atendimento a estes quatro pacientes no Hospital Municipal Dr. Acílio Carreon Garcia. Os familiares de Lorenzo Henrique e Kimily Victoria Bezerra, deverão ser ouvidos na segunda-feira, dia 5.
A CEI foi instaurada no dia 16 de novembro e, tem como presidente o vereador Nenê Réstio, a vereadora Carla Furini de Lucena como relatora e o vereador Antonio Alves Teixeira (PT), o professor Antonio, como membro. O objetivo da Comissão é apurar as razões que culminaram no falecimento de Larissa de Oliveira Soares, com 12 anos, em outubro de 2016; Kaleb Henrique Garcia Silva Lopes, recém-nascido, em abril de 2016; Lorenzo Henrique, recém-nascido, em junho de 2016 e; Kimily Victoria Bezerra, que não há mais informações sobre este caso.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE