Temer defende a criação de novo sistema de governo

O ex-presidente da República Michel Temer afirmou nesta terça-feira (21), durante participação no Painel Telebrasil 2021, que o presidencialismo brasileiro está “esfarrapado” e defendeu a criação de um novo sistema de governo: o semi-presidencialismo.

Ao ser questionado se a democracia brasileira e o presidencialismo estavam em risco, Temer disse que acredita que sim e destacou as instabilidades criadas pelos impeachments de dois presidentes e também pelos inúmeros pedidos de impedimentos.

“Eu acho que sim, com toda franqueza. E eu digo disso porque temos uma Constituição muito jovem, ela não fez 33 anos. E, apesar da juventude da Constituição, nós já tivemos dois impeachments e, além de dois impeachments, tivemos também inúmeros pedidos de impedimentos. Vocês sabem que tanto os impeachments causam traumas no país, como de resto, os próprios pleitos de impeachment a todo momento também causam instabilidade política e social. Eu tenho dito com muita frequência que nosso presidencialismo está esfarrapado.”

Segundo Temer, a sua proposta é que o país mantenha um presidente, que teria poderes, por exemplo, de sancionar ou vetar projetos de lei, mas que a administração interna do país fosse feita pelo Parlamento.

O ex-presidente também reforçou a importância de uma relação harmônica entre os poderes, principalmente, com o Congresso Nacional, para garantir o crescimento econômico. “A relação com o Congresso Nacional é uma coisa fundamental e foi o que deu resultado no meu governo. As grandes reformas que eu fiz foram pautadas por essa aliança harmoniosa entre os poderes”, disse.

Durante o talkshow no Painel, Temer também falou sobre a importância de atrair investimentos para o país. Segundo ele, o setor público não tem muita capacidade para investimentos e, por isso, é preciso atrair investimentos privados, principalmente investimentos estrangeiros. “O que temos que fazer neste momento é cuidar da pandemia e de igual maneira ajudar na recuperação da economia. Eu confiro que temos possibilidade de recuperar a economia. Temos que ter uma boa interlocução com todos os países do mundo, porque vamos precisar de investimentos estrangeiros aqui no Brasil”.

No Painel Telebrasil, a importância de ter regras e políticas públicas que incentivem o investimento é um dos temas mais debatidos pelas autoridades e especialistas que participam do evento. Lembrando que o setor de telecomunicações é um dos que mais investem no país, com uma média de R$ 30 bilhões de investimentos anuais.

O ex-presidente deixou ainda uma mensagem de otimismo e destacou que o Brasil tem uma enorme capacidade de recuperação econômica que pode ser verificada durante seu governo. Temer foi presidente do Brasil durante entre 2016 e 2019 e também foi vice-presidente entre os anos de 2211 e 2016, além de ter sido presidente da Câmara dos Deputados.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE