Taxa de ocupação dos leitos faz RMC regredir à fase vermelha

O anúncio oficial de regressão de fase de flexibilização no Plano São Paulo da Região Metropolitana de Campinas foi realizado no pronunciamento do governo do estado de São Paulo nesta sexta-feira.

Com a regressão da fase laranja para a fase vermelha, Americana, Santa Bárbara, Sumaré e Nova Odessa terão que fechar o comércio novamente. Na fase vermelha, apenas estabelecimentos considerados essenciais, como farmácias e supermercados, podem permanecer abertos.

O motivo da regressão de fase é o aumento da taxa de ocupação de leitos destinados ao tratamento de coronavírus nos municípios. A informação foi anunciada pela Secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Helen.

Patrícia ainda explicou que a mudança de fase era pra acontecer apenas daqui 7 dias, porém, devido aos números, a região de Campinas precisou mudar de fase de forma extraordinária.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE