T Martins ‘marca gol’ com respiradores e cresce no cenário

O presidente da Câmara Municipal de Americana Thiago Martins (PV) marcou um gol ao anunciar em março a antecipação do repasse de parte do duodécimo à prefeitura, disponibilizando recurso no valor de R$ 700 mil e fazer a entrega de cinco kits completos de respiradores pulmonares esta terça-feira. O total será de doze unidades compradas pela secretaria municipal de Saúde. A entrega ocorreu no Hospital Municipal e contou com a presença do secretário de Saúde, Dr. Danilo Oliveira, do diretor administrativo da Secretaria de Saúde, Douglas Henrique Magalhães Ferreira, da diretora clínica do HM, Dra. Adriana Carina Polito Cardoso, e do novo Superintendente da Fusame, Edson Eduardo Pramparo.

 

OLHO NA CORRIDA 2022– O gol marcado por Martins o coloca à frente dos outros nomes do grupo do prefeito Chico Sardelli (PV) cotados para sair candidatos em 2022. O vice-prefeito Odir Demarchi/PL aparece bastante em fotos e eventos, mas sem ter uma pasta ou mesmo uma atividade mais específica, não consegue ter projeção. O outro nome do PL, Franco Sardelli, também não consegue escapar da burocracia e fica circulando no meio político. Martins larga na frente e tem mais tarimba de eleições, podendo repetir a tentativa bem sucedida do então jovem vereador Cauê Macris em 2010, que deixou a presidência da Câmara para se tornar deputado.

 

A iniciativa do repasse para compra dos equipamentos surgiu após diálogos com o secretário de Saúde, Dr. Danilo Carvalho Oliveira, que apontou a carência de respiradores como uma das principais dificuldades diante da grande demanda de pacientes que necessitam do equipamento para o tratamento. Tomada em caráter de urgência com a aprovação de todos os parlamentares da Casa, a medida possibilitou ampliar a estrutura de combate à Covid-19 do Hospital Municipal Waldemar Tebaldi. De acordo com o secretário de Saúde, a compra dos respiradores permitirá ao HM disponibilizar os 30 leitos de UTI determinados pelo prefeito Chico Sardelli (PV). Outro fator importante é a economia gerada aos cofres públicos com a dispensa de equipamentos alugados anteriormente para complementar a estrutura hospitalar.

“Essa ação apoiada por todos os vereadores permitirá a disponibilização de trinta leitos de UTI sem a necessidade de alugar respiradores. É uma medida conjunta de toda a Câmara, que reconheceu a importância de tomarmos essa atitude para suprir a demanda de infraestrutura ao mesmo tempo em que poupamos os cofres públicos, pois a administração municipal poderá reverter o valor anteriormente gasto com aluguel de alguns respiradores para outras ações de enfrentamento da pandemia da Covid-19”, concluiu Thiago Martins.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE