Suzano vai se fundir com rival Fibria

(Reuters) – Os acionistas controladores da empresa brasileira de celulose Fibria Celulose SA A concordaram em fundir a empresa com a rival Suzano Papel e Celulose SA para criar o maior produtor mundial de celulose de mercado, de acordo com um comunicado.
Os acionistas Votorantim Participações SA e BNDESPar, braço de investimentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), decidiram a favor da proposta da Suzano, mesmo depois de o rival holandês Paper Excellence BV ter elevado sua proposta pela Fibria na quarta-feira.
O BNDESPar receberá R$ 8,5 bilhões em dinheiro, bem como ações na nova empresa, segundo o comunicado. A transação está sujeita à aprovação das autoridades antitruste, acrescentou.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE