Supermercado de bairro cresce na Crise

A crise do coronavírus e a necessidade de as pessoas ficarem em casa parecem ter dado novo fôlego ao supermercado de bairro na região. Chamados de ‘Supermercado de vizinhança’, os comércios locais focaram em trabalhar no período a parte de perecíveis e com dinâmica para ter bons produtos de horti fruti.

“Apostamos na qualidade e nos preços”, disse Osvaldo P. gerente do Supermercado Praia Azul, em Americana.

A aposta tem sido em açougue com carnes frescas e com fluxo rápido. “Assim podemos oferecer qualidade e preços melhores aos nossos clientes”, segue Osvaldo. As carnes chegam três vezes na semana no mercado.

Para o representante comercial Fabiano Trevizam, o “Supermercado de bairro cresceu bem as vendas nesse período da Covid-19”. Ele acredita que esses mercados vão se dar bem quando acontecer a retomada para a vida normal.

“Basta saber como vai ser o futuro e eles- os mercados de bairros- estão bastante atentos”, afirmou.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE