Sumaré vai ter três novos viadutos nos próximos cinco anos

Sumaré ganhará três novos viadutos rodoviários nos próximos cinco anos! Os dispositivos estão previstos no novo contrato assinado nesta terça-feira (dia 27) entre a Rumo Logística e a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) e vão transpor a linha férrea em dois pontos da região central e outro na região do Picerno, melhorando a mobilidade urbana e garantindo maior segurança para a população.

O prefeito Luiz Dalben lembrou que a luta para a antecipação dessas obras vinha desde o início de seu mandato, em 2017. “Realizamos diversas reuniões com representantes da Rumo, estivemos em Brasília, em São Paulo, nos reunimos também com diversos prefeitos e discutimos muito o assunto junto ao Governo Federal e Estadual, expondo aos responsáveis os benefícios da antecipação das obras na Malha Ferroviária Paulista, especialmente para Sumaré. Hoje é um sonho que começa a ser realizado e que representará um crescimento exponencial para Sumaré nos próximos anos. Junto a essas obras há também a geração de empregos, a ampliação do transporte de cargas – que significa maior arrecadação aos municípios –, além de que, com as novas passagens sobre a linha férrea, também já estamos dando início à implantação do Anel Viário Orquídea, previsto no nosso Plano Municipal de Mobilidade Urbana”, explicou o prefeito, agradecendo ainda ao deputado estadual Dirceu Dalben, que intermediou diversas das reuniões realizadas.

“Esse é um marco histórico para o desenvolvimento do nosso estado, do país e de dezenas de municípios paulistas. O novo contrato prevê a solução de conflitos viários em 40 cidades, entre elas Sumaré, Hortolândia, Campinas. Além disso, a concessionária também vai investir R$ 6 bilhões em obras, trilhos, vagões e locomotivas para ampliar o transporte de cargas já nos primeiros cinco anos de contrato. Isso tudo, além de melhorar questões de infraestrutura, também favorece a geração de empregos para a população paulista, em um momento que nosso estado e país se preparam para a retomada econômica. É uma grande conquista e também é o primeiro passo para a implantação do Trem Intercidades, que realizará o transporte de passageiros entre a nossa região e a capital paulista, em um primeiro momento”, comentou o deputado estadual Dirceu Dalben.

O contrato original da Rumo, que venceria em 2028, foi renovado por mais 30 anos. Segundo a ANTT, a renovação antecipada garante R$ 6 bilhões em investimentos em cinco anos para ampliar a capacidade do transporte de cargas da Malha Ferroviária Paulista (de 35 milhões para 75 milhões de toneladas); intervenções em 40 municípios paulistas, somando mais de R$ 1 bilhão, para minimizar conflitos entre a ferrovia e as cidades; a geração média anual de 7.000 empregos nos próximos dez anos.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE