Sumaré notifica estabelecimentos em ‘Operação Bar Legal’

A Guarda Civil Municipal de Sumaré realizou nesse final de semana mais uma “Operação Bar Legal” e “Saturação”. A ação, assim como vem acontecendo desde o início do ano, ocorreu em vários pontos da cidade. Durante a blitz de fiscalização e orientação referentes às medidas restritivas em vigor durante o Plano São Paulo do Governo do Estado, o órgão – com o apoio da ROMU (Ronda Ostensiva Municipal) e da Polícia Militar – encerrou evento em uma chácara, notificou e fechou estabelecimentos, autuou e apreendeu veículos. A blitz foi intensificada para evitar aglomerações e possíveis festas clandestinas de carnaval. Portanto, os trabalhos continuam nesta segunda e terça, 15 e 16 de fevereiro, respectivamente.

 

As ‘Operações Bar legal e Saturação’ tiveram início na sexta (12) na Praça do Angelo Tomazin (Maria Antonia) e na Avenida Fuad Assef Maluf (Picerno). Após a fiscalização, foram iniciadas ações de restabelecimento da ordem pública com a ocupação dos locais pela GCM, sendo dispersa aglomeração de cerca de 100 pessoas e diversos veículos, devido à perturbação do sossego, consumo de bebidas e obstrução das vias. A blitz resultou ainda na apreensão de 3 motos irregulares e autuação de 9 veículos.

 

No sábado, um evento que acontecia sem autorização em uma chácara foi encerrado pelos fiscais e os responsáveis notificados e multados. As equipes dos plantões noturnos realizaram ações de fiscalização referente às medidas restritivas específicas para enfrentamento à Covid-19. Com o patrulhamento pela cidade, dois estabelecimentos com documentação irregular foram notificados e multados. Em outro, onde ocorreria evento, os responsáveis foram orientados quanto à proibição.

 

Na ação realizada no domingo (14) foram fiscalizados 11 estabelecimentos, sendo que cinco foram notificados e fechados por falta de alvará. Os demais foram orientados quanto às regras da fase amarela do Plano São Paulo.

 

“O objetivo dessas ações de fiscalização é evitar aglomerações e barrar o avanço do contágio pela Covid-19. Na ocasião, os fiscais de postura da GM reforçam as orientações sobre o cumprimento do decreto estadual e também da ‘Lei do Silêncio’, que diz respeito à poluição sonora, perturbação do sossego público, preservação da ordem e do bem-estar social. Nossa Guarda Municipal está estruturada e atuante, sempre pronta para prestar o melhor serviço à população sumareense”, disse o prefeito Luiz Dalben.

 

“As operações acontecem a qualquer momento e em todas as regiões, principalmente no período da noite e são programadas de acordo com as denúncias recebidas pela corporação”, explicou a comandante Simone Nery.

 

A população pode colaborar registrando as reclamações e denúncias pelo 156 ou 3873-2656 (Guarda Municipal) e 190 (Polícia Militar).

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE