Sumaré faz ‘Dia D’ de vacinação contra sarampo sábado

Sumaré realiza neste sábado, dia 15, o “Dia D” da Campanha Nacional de Vacinação Contra o Sarampo na cidade. A ação acontecerá das 8h às 17h, em unidades de saúde de todas as regiões da cidade e com esquema especial de atendimento para evitar contato e exposição ao coronavírus. A vacinação ocorrerá em espaços específicos para que não haja aglomeração e nem contato entre as pessoas. Podem se vacinar crianças de 6 meses a adultos de 49 anos que ainda não receberam a dose, mediante avaliação da carteira de vacinação.

O objetivo do ‘Dia D’ é intensificar a imunização para inibir surtos da doença presente no estado de São Paulo e ampliar a possibilidade da vacinação para aquelas pessoas que não conseguem se vacinar durante a semana. Em Sumaré, a Campanha de Vacinação contra o Sarampo segue até 31 de agosto, de forma seletiva, na qual as vacinadoras avaliam a situação individualmente, conforme o calendário vacinal vigente.

“O sarampo também é causado por vírus, transmitido de pessoa a pessoa por meio de secreções ao tossir, espirrar ou falar. Portanto, é importante que as pessoas que ainda não foram imunizadas procurem uma unidade de saúde para tomar a vacina. Nossa campanha segue até o fim do mês, porém, para liberar o fluxo nas unidades de saúde no meio da semana, evitando aglomerações, vamos promover o Dia D’, que também vai permitir que as pessoas que têm dificuldade para se vacinar ao longo da semana se imunizem”, explicou o prefeito Luiz Dalben.

“Vamos realizar o Dia D pensando no menor fluxo de circulação de pessoas nas unidades durante a semana e também visando as pessoas que não têm condições de se vacinar em dias úteis.  Pedimos que os moradores mantenham a calma e se vacinem, a vacina é uma das formas de prevenção mais eficiente que temos contra sarampo, o que nos auxilia a garantir mais saúde e melhor qualidade de vida à nossa população”, disse o secretário de Saúde, Rafael Virginelli.

Os sintomas do Sarampo são febre alta, erupções vermelhas na pele, coriza, tosse, olhos vermelhos e lacrimejantes, conjuntivite, pequenas manchas brancas no interior da bochecha e manchas vermelhas pelo restante do corpo. O vírus pode ainda causar lesões cerebrais e outras complicações que podem levar a óbito, uma vez que não há tratamento específico para a doença.

Confira os locais de vacinação:

Região central:

CS II – Rua Antônio do Vale Melo, 1510, centro

USF Cruzeiro – Rua 3, 311, Chácara Estrela Dalva

USF Vasconcelos – Rua João de Vasconcelos, 777, João de Vasconcelos

SOMA – Rua 1, s/n, Vila Soma

Região Área Cura:

USF Bandeirantes – Rua Alair Moreira, nº 25, Parque Bandeirantes

UBS Denadai – Rua Luciano Ramos Ayala, 537, Jd. Denadai

USF São Judas – Rua Circular, s/n°, Jd. São Judas Tadeu

Região Matão:

USF Nova Terra – Rua Carlos Rogerio Farias, 315, Jd. Nova Terra

USF Santa Clara – Rua Benedito Teodoro Mendes, 26, Jd. Santa Clara

UBS Paraíso – Rua Expedito Vieira Damasceno, 50, Jd. Paraíso

Região Picerno:

USF Picerno: Rua da Saúde, S/N°, Jd. Picerno

Região Nova Veneza:

USF Virgílio Viel – Rua Alice Menuzzo Pancote, 294, Jd. Virgílio Viel

USF Jardim do Trevo – Rua Inácio N. de Moura, 266, Jd Nova Veneza

USF CIS Nova Veneza- Rua Paraíba, 211, Jd. São Francisco

Região Maria Antonia:

USF Angelo Tomazin – Rua Gervacina Alves Ferreira, 1450, Angelo Tomazim

USF Maria Antonia – Rua Oswaldo Vaccari, 685, Jd. Maria Antonia

UBS Dall’Orto – Rua Piracanjuba, 95, Jd. Dall’Orto

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE