Sumaré vota ‘farmácia solidária’ nesta terça

A Câmara de Sumaré vota nesta terça-feira (21), o Projeto de Lei nº 189/2019, de autoria do vereador Dr. Rubens Champam (PSDB), que dispõe sobre a criação do Programa Farmácia Solidária, a ser desenvolvido pela Secretaria Municipal de Saúde de Sumaré. A proposta pretende favorecer a população de baixa renda, através da organização e distribuição gratuita de remédios provenientes de doações da comunidade e instituições da sociedade civil. Crianças em idade de acompanhamento pediátrico, idosos e famílias com renda mensal igual ou inferior a dois salários mínimos terão prioridade no atendimento.
Segundo o PL, agentes comunitários ligados à Secretaria Municipal de Saúde serão responsáveis pela arrecadação de medicamentos junto à população sumareense. A Secretaria também será incumbida de estocar e distribuir os remédios entre as diversas Unidades Básicas de Saúde, a partir de mecanismos de gerência e comunicação, visando ao pleno atendimento da demanda. Já os estoques serão constituídos por medicamentos doados dentro prazo de validade e condições de uso, após serem devidamente avaliados por profissionais da área médica e farmacêutica.
???Sabemos que o desperdício é uma das marcas da sociedade moderna, a população não possui o hábito de redistribuir sobras de medicamentos, podendo levar ao vencimento e à inutilidade dos medicamentos. A finalidade deste projeto é retirar das casas medicamentos que não estão sendo mais utilizados???, diz o vereador.
De acordo com o texto do projeto, através de formulário padrão, fornecido pela Secretaria Municipal de Saúde, os agentes comunitários de Saúde deverão preencher os dados solicitados, como denominação, quantidade e prazo de validade do medicamento, além de coletar o nome e assinatura do doador.
A proposta prevê ainda a possibilidade de convênios entre a Secretaria Municipal de Saúde e instituições da sociedade civil que disponham de estrutura técnica e administrativa para o operar o Programa Farmácia Solidária, de modo a ampliar sua capacidade de atendimento e facilitar o acesso da comunidade aos seus benefícios. 
ORDEM DO DIA
A Ordem do Dia da 16ª sessão ordinária também contempla o Projeto de Lei nº 49/2019, de autoria do vereador Marcio Brianes (PCdoB), que dispõe sobre a criação do Programa Pomares Comunitários em áreas públicas, praças, campos de futebol, creches, escolas e centros comunitários; e o PL nº 01/2019, dos vereadores Décio Marmirolli (PSB) e Ronaldo Mendes (PSDB), que proíbe o manuseio, a utilização, a queima e a soltura de fogos de estampidos e de artifícios, assim como de quaisquer artefatos pirotécnicos de efeito sonoro em Sumaré. Ainda serão votados os projetos de lei nº 78/2019, proposto pelo vereador Valdir de Oliveira (DEM), que cria o Programa Bombeiro Mirim; nº 113/2019, apresentado pelo vereador Sebastião Correa (PTB), que determina a obrigatoriedade da realização das manobras de Barlow e Ortolani (teste de quadril) em bebês recém-nascidos; nº 193/2019, proposto pelo vereador Dudú Lima (PPS), que proíbe o abastecimento de gás natural veicular (GNV), com pessoas no interior do veículo.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE