Sumaré vai retomar Área Azul

A Acias (Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Sumaré) está acompanhando de perto, junto à prefeitura, o andamento para a retomada do estacionamento rotativo. A movimentação de pessoas e de veículos na região central da cidade é intensa e as vagas para estacionar estão saturadas.
No ano passado, a prefeitura publicou edital de licitação, mas o processo foi impugnado após a abertura dos envelopes. Em dezembro houve a republicação do edital com data para abertura dos envelopes marcada para o dia 10 de janeiro (sexta-feira passada). Seis empresas se interessaram em explorar o serviço.
Semana passada, em reunião com representantes da Prefeitura de Sumaré, o presidente da Acias, Juarez Pereira da Silva, foi informado sobre o andamento do processo de licitação que vai definir qual empresa assumirá o serviço.
“Na última quinta-feira (16) recebemos representantes da prefeitura na Acias que nos informaram sobre a abertura dos envelopes para a análise documental realizada no dia 10 (sexta-feira) e que os documentos foram encaminhados ao departamento jurídico para realizar a análise técnica das empresas que participam do processo de licitação. A expectativa é que este estudo termine na próxima semana”, explicou Silva.
O presidente da Acias lembra que Sumaré é a segunda maior cidade da Região Metropolitana de Campinas, tem um comércio forte e diversificado e a movimentação de consumidores na região central é intensa, gerando empregos, rendas e receitas para a cidade.  O estacionamento rotativo é a solução mais democrática para disciplinar o uso das vagas na região central.  “Infelizmente, não são raros os casos de pessoas que estacionam seus veículos e os deixam o dia todo nas vias públicas, impedido que outras pessoas também utilizem o mesmo espaço. ?? uma situação que prejudica consumidores e também o comércio”, observa.
Atualmente o controle de estacionamento na região central é realizado apenas de forma paliativa, pela prefeitura, durante o período de compras de final do ano.  “Esse paliativo no final dos últimos três anos não mais atende aos anseios dos empresários, consumidores e usuários dos diversos serviços que a região oferece. Isso reforça a real necessidade do estacionamento rotativo”, ratifica Silva.
Desde a suspensão do estacionamento rotativo, a Acias tem cobrado a prefeitura em busca de uma solução para esta questão e participa ativamente das reuniões do projeto para a reativação do serviço. Em agosto do ano passado, o presidente e diretores da Acias também participaram da sessão da Câmara de Vereadores e discutiram a importância do estacionamento rotativo.
Segundo a Acias, a retomada do serviço é essencial para reorganizar o trânsito e o estacionamento de veículos, evitando a evasão de consumidores, o que vem acontecendo há tempos com muita frequência.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE