Sumaré: Tumulto impede 1a sessão do ano

Um grupo de manifestantes tumultuou a 1ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Sumaré na noite de hoje (04). Falando alto e em coro, impediram a continuidade da leitura dos documentos e trabalhos dos vereadores. Após algum tempo, a sessão foi encerrada com base no Artigo 156, §3º que diz: ???A sessão poderá ser encerrada antes da hora regimental nos seguintes casos:…III ??? tumulto grave…???.
Os manifestantes entraram falando alto e provocando os vereadores quanto à posição de cada um referente a possível concessão do DAE (Departamento de Água e Esgoto) anunciada em janeiro pela prefeitura.
O presidente da Câmara, vereador Rui Macedo, atendeu aos manifestantes e permitiu receber um representante do grupo para fazer uso da tribuna se dirigindo a todos os vereadores. No entanto, o grupo não aceitou e impôs que o presidente deveria aceitar cinco representantes para cada um usar a palavra.
Sobre a proposta de concessão do DAE, o presidente disse que está sendo estudado ainda por se tratar de um projeto complexo. ???Essa ideia está em fase de conhecimento e avaliação. Os vereadores e a Câmara irão decidir pelo que é melhor para a cidade de Sumaré???, disse o presidente.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE