Sumaré recicla material e usa como asfalto

Seguindo os conceitos de sustentabilidade, o prefeito Luiz Dalben colocou em funcionamento no início deste mês a Usina de Processamento de Resíduos da Construção Civil. Por dia, cerca de 60 toneladas de entulhos são processadas e tornam-se matéria-prima, auxiliando na recuperação da malha viária do município. A economia para os cofres públicos é de 40% sobre o valor que era gasto com a aquisição deste tipo de material.
“A Usina, instalada nas dependências da Administração Regional do Centro, estava parada e o nosso governo recrutou os servidores para que pudéssemos colocar os maquinários em funcionamento. Estamos usando o material processado na recuperação de estradas rurais e em ruas sem pavimento. Isso é excelente, porque limpamos a cidade, damos uma destinação ecologicamente correta para o entulho que recolhemos e ainda economizamos dinheiro, sem interromper os serviços de manutenção das vias”, explicou o prefeito Luiz Dalben.
Nesta semana, quando a chuva deu uma trégua, os resíduos processados foram utilizados para melhorar ruas do Jardim Vitória, na região de Nova Veneza, e do Jardim Primavera, na região central. As Administrações Regionais encaminharam para os bairros os maquinários necessários para realizar a manutenção. Neste sábado, dia 11, o material será utilizado para refazer parte de uma rua no bairro Chácaras Recreio, na região rural da cidade.
O entulho triturado, com diferentes espessuras, garante maior estabilidade ao solo, diminuindo a incidência de buracos e valas. A matéria-prima também pode ser utilizada para a recomposição da base do asfalto, em locais onde o pavimento já está bastante deteriorado e a operação tapa-buraco, apenas com massa asfáltica, não é suficiente. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE