Sumaré. Pref não vai mais pegar pedágio

A Prefeitura de Sumaré conseguiu junto à Artesp (Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo) a
isenção no pagamento de pedágios pelos veículos oficiais que fazem parte da frota do município. O benefício já está em vigor e, a partir de
agora, a Prefeitura deve economizar em torno de R$ 30 mil por ano, valor médio gasto no pagamento das tarifas durante um ano inteiro pelos
veículos que precisam se descolar para outras cidades passando por rodovias com praças de pedágio.

A licença especial obtida pela Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e Rural é garantida pela Artesp por meio da Portaria nº 13, de 30
de
maio de 2014. Basta ao município solicitante enviar todos os documentos exigidos para cadastro junto à Agência Reguladora. A Prefeitura de
Sumaré pleiteou e conseguiu a isenção no pagamento de 163 veículos pertencentes à frota municipal, entre carros locados e próprios.

De acordo com o secretário de Mobilidade Urbana e Rural, Luiz Eduardo Almança, as secretarias municipais cujos veículos mais ???viajam??? são as
de Saúde, Educação e Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social, geralmente levando ou trazendo pacientes ou munícipes que recebem algum
tipo de atendimento em centros de referência regionais, ou então levando e trazendo material ou documentos necessários ao andamento de
programas ou convênios da Prefeitura com outras esferas do Poder Público, ou outras atividades inerentes ao trabalho em prol da população.

A partir de agora, os motoristas dos carros oficiais da Prefeitura de Sumaré deverão apresentar o documento que fornece a isenção sempre no
momento de passar pelas praças de pedágio sob regulação da Artesp, o que garante a gratuidade. A medida tem validade até o próximo dia 31 de
janeiro, mas a Prefeitura poderá renovar a isenção antecipadamente a cada novo período, para continuar usufruindo deste benefício.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE