Sumaré forma ‘turma da beleza’

A Prefeitura Municipal de Sumaré, através do Fundo Social de Solidariedade em parceria com o FUSSESP (Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo),
realizou na noite desta quinta-feira, dia 03 de setembro, no auditório da Faculdade Anhanguera, a formatura das 3ª, 4ª e 5ª turmas da Escola da Moda e da 4ª
Turma da Escola da Beleza.

Na ocasião foram entregues os certificados de formação para 36 formandos, sendo oito do curso de Assistente de Cabeleireiro, da Escola de Beleza, e 28
certificados para formandos do curso de corte e costura da Escola de Moda.

Em seu discurso, a prefeita Cristina Carrara destacou o apoio do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo em proporcionar aos participantes do
curso o ingresso ao mercado de trabalho, além de parabenizar as formadas agradecendo a confiança depositada no trabalho desenvolvido pela Prefeitura por meio
do Fundo Social de Solidariedade.

???Continuamos a trabalhar fazendo um governo voltado para a capacitação e geração de renda. ??s vezes, o sonho começa pequeno, e nossa missão enquanto Poder
Público é dar a oportunidade para que ele seja realizado. Valorizem esse conhecimento???, enfatizou Cristina.

A secretária de Inclusão Social, Maria José de Araújo, destacou ser muito importante poder oferecer de forma simples e eficiente a profissionalização para a
população sumareense. ???A prefeita Cristina Carrara tem demonstrado a preocupação para com a qualificação profissional aos munícipes, principalmente neste
momento de crise econômica, assim colocamos os conteúdos para que todos possam alcançar uma realização profissional. Esta é uma oportunidade para que vocês
aprimorem os conhecimentos agregando ainda mais profissionalização e valorização ao trabalho que foi desenvolvido???, avaliou.

A formanda Adriele Matias, 16 anos, já possuía a intenção de montar um salão de beleza e o curso foi uma ótima oportunidade de aprimorar seus conhecimentos,
que também são muito para o dia-a-dia. Ela já confirmou que fará novos cursos para se qualificar ainda mais e, futuramente, abrir o seu próprio negócio.

Outra formanda que aprovou a iniciativa foi Maria Altina Ferreira. Emocionada, ela destacou que não tinha o conhecimento de algumas técnicas atuais antes de
iniciar o curso de corte e costura, mesmo já sendo costureira. Porém após o curso, adquiriu muito mais experiência. ???Tivemos uma grande oportunidade e, no
meu caso, foi a realização de um sonho e agora posso me aprimorar em algumas técnicas???, destacou.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE