Sumaré e Nova Odessa orientam forma correta de descartar lixo

A obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção facial, em vigor no Estado de São Paulo desde a última quinta-feira (7), inseriu um novo resíduo sólido no cotidiano das famílias. No entanto, especialistas em saúde e meio ambiente da Prefeitura de Nova Odessa chamam a atenção da população para a importância do descarte correto dos acessórios depois do uso, para evitar a disseminação do novo coronavírus e a poluição da natureza.
A médica infectologista Silvana Aparecida Marquez Souza explica que luvas e máscaras descartáveis (cirúrgicas) precisam ser inutilizadas imediatamente após o uso. “A melhor maneira de fazer isso em casa é colocar em saco plástico e descartar no lixo do banheiro. Reforçando que é imprescindível lavar bem as mãos com água e sabão após o descarte”, explica a infectologista da rede municipal de saúde de Nova Odessa.
Para uso da população, a especialista destaca a eficiência das máscaras de tecido, que são laváveis. “Elas são uma barreira física importante nesse momento para reduzir as chances de contágio e podem ser reutilizadas após serem devidamente lavadas com água e sabão, detergente ou hipoclorito de sódio [cândida]”, afirma Silvana Marquez Sousa.
Em relação às luvas descartáveis, a infectologista alerta para a falsa sensação de segurança que elas provocam. “Muitas vezes, a pessoa acha que está totalmente protegida com a luva e acaba tocando a boca, o nariz e olho com uma superfície que pode estar infectada. Esse é o principal perigo do uso de luvas”, orienta Silvana.
Assim como as máscaras descartáveis, as luvas não podem ser reutilizadas em hipótese alguma. “A luva é descartável; só pode ser usada uma única vez. Não pode ser lavada ou reaproveitada. Deve ser descartada após o uso. Outra coisa importante: é imprescindível lavar bem as mãos antes e depois da utilização”, recomenda a médica. Tanto no manuseio de luvas e máscaras como em todas as ações do dia a dia, a especialista reforça a importância da higienização frequente das mãos com água e sabão ou álcool gel.
A Secretaria de Meio Ambiente, Parques e Jardins pede para que a população colabore. “Se a pessoa puder usar máscaras reutilizáveis, melhor. Além disso, pedimos para que não faça o descarte nas ruas ou em locais públicos de forma alguma, pois os resíduos [tecido, TNT, polipropileno], além de constituírem materiais contaminantes na natureza, podem provocar entupimentos na tubulação”, diz a diretora de Meio Ambiente, Aryhane Massita.
Máscaras e luvas descartadas corretamente no lixo doméstico serão recolhidas pela Pass Ambiental, empresa contratada pela Coden para a coleta de resíduos sólidos no município.
Já Sumaré, por meio da Secretaria Municipal de Serviços Públicos, alerta a população para que sejam reforçados os cuidados com o descarte e acondicionamento do lixo doméstico, principalmente durante o período de quarentena, a fim de diminuir os riscos de contaminação pela Covid-19. Tais medidas atendem às recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e visam à prevenção tanto para os moradores quanto para os coletores, profissionais que estão nas ruas prestando serviços essenciais à população.
Todos os resíduos devem ser jogados no lixo comum, incluindo máscaras e luvas descartáveis, materiais usados na higiene pessoal e embalagens. Utilizar sacos plásticos duplos e bem resistentes e colocar o lixo na lixeira apenas no dia da coleta também ajuda bastante, evitando que sejam rasgados por animais.
No caso de máscaras de tecido, o descarte requer cuidados especiais –  lembrando que o uso de máscaras de proteção individual sempre que houver necessidade de sair de casa passou a ser obrigatório em todo o território estadual desde o último dia 7. As máscaras de pano devem ser inutilizadas ao observar perda de elasticidade das hastes de fixação ou deformidade no tecido, o que pode causar prejuízos à barreira.
Para remoção da máscara, manuseie o elástico ao redor das orelhas (não toque a parte frontal) e jogue o acessório fora imediatamente em um saco de papel ou plástico fechado ou em uma lixeira com tampa. Evite tocar a superfície do saco de papel ou plástico após o descarte da máscara. Não toque no rosto ou em superfície, lave imediatamente as mãos com água e sabonete ou passe álcool em gel 70%.
???A rotina doméstica mudou bastante desde o início da pandemia e nós temos que nos adaptar. A forma como tratamos o descarte do lixo dentro de nossas casas é importante para não colocar em risco a nossa saúde, da nossa família e também daqueles que continuam trabalhando pela população???, reforçou o prefeito Luiz Dalben.
Coleta
Embora a população esteja passando mais tempo dentro de casa, dados da Estre – empresa contratada pela Prefeitura para execução dos serviços de coleta e destinação do lixo em Sumaré – apontam uma diminuição do volume de resíduos recolhidos na cidade tendo como referência o último mês de fevereiro (anterior às medidas restritivas). Em março, o volume apresentou 5% de queda na coleta e, em abril, essa redução foi de 7%.
Aliada às orientações da Prefeitura à população para os cuidados ao descartar e acondicionar o lixo doméstico, a Estre informou que também tem redobrado as medidas preventivas a fim de resguardar a saúde dos colaboradores da empresa neste momento de pandemia.
De acordo com a assessoria de imprensa da Estre, uma intensa campanha de comunicação foi desenvolvida junto aos colaboradores, com ações voltadas à conscientização do risco, sintomas da doença, o uso correto dos equipamentos e proteção, importância do distanciamento e da higiene pessoal, entre outros aspectos.
Na área operacional, foi adotada uma série de modificações nas rotinas. Diariamente, todos os colaboradores passam por medição de temperatura corporal e respeitam turnos de entrada e saída, evitando aglomerações. Os profissionais também têm à disposição frascos de álcool em gel em pontos estratégicos das unidades, além de kits de higienização nos caminhões, que passam por limpeza constante com hipoclorito de sódio. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE