Sumaré debate religiões afro e liberdade

A Câmara de Sumaré vai realizar nesta quarta-feira (22), a partir das 19h, a Audiência Pública “Liberdade religiosa e religiões de matriz africana”, promovida pela Comissão de Assuntos Relevantes em Defesa dos Direitos Humanos. O evento será presidido pelo vereador Willian Souza (PT), autor do Projeto de Resolução, e contará com a presença de representantes de religiões como Umbanda e Candomblé.

“Essa primeira audiência é uma oportunidade para discutirmos, pela primeira vez em Sumaré, a questão da liberdade religiosa, que é um direito fundamental previsto na Constituição Federal. Não podemos aceitar intolerância e fanatismo, que também motiva violência física e perseguição. Trata-se de um crime de ódio e precisa ser discutido”, explicou Willian.
O primeiro evento segmentado da Comissão foi definido durante a reunião de instauração ocorrida no último sábado (18), que contou com a participação do ex-senador e vereador de São Paulo, Eduardo Suplicy (PT). O evento desta quarta deve contar com representantes da ARMAC (Associação das Comunidades Tradicionais de Matriz Africana) de Campinas e Região, e da Associação de Amigos da Umbanda e Candomblé do Estado de São Paulo.

Além da audiência pública sobre liberdade religiosa, a Comissão de Assuntos Relevantes vai promover também debates sobre os direitos dos LGBTTs, mulheres, idosos e deficientes, crianças e adolescentes, estrangeiros e indígenas, além de temas como repressão policial, preconceito racial e direito à cidade.
A Comissão também é composta pelos vereadores Márcio Brianes (PCdoB), Tião Correa (PTB), Josué Cardozo (SDD) e Rudinei Lobo (PRB).

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE