Sumaré: Casa lotada e voto a veto

Na 1ª Sessão Ordinária de 2013, os vereadores de Sumaré discutiram e votaram o veto integral do Poder Executivo ao projeto de lei n° 69/2012, de autoria do então vereador Toninho Mineiro (PMDB), e que foi aprovado pelos vereadores por 8 x 0 na sessão do dia 30 de outubro de 2012. O projeto dispõe sobre a fixação de tarifa de água e esgoto pelo DAE. O veto integral foi aprovado por 16 votos contra 02.
 Os vereadores também apreciaram e aprovaram o Projeto de Lei n° 06/13 apresentado em regime de urgência pelo vereador Meskan e que dispõem sobre a concessão de cesta básica em pecúnia e cesta de natal aos servidores públicos municipais. O projeto foi aprovado por 17 votos contra 01.
O requerimento de n° 01/2013, de autoria do vereador Décio Marmirolli (PSDB), foi rejeitado por 12 votos contra 08. No documento, o vereador trata dos tubos de Fofo de 300 mm existentes na área da E.T.A.II.  O vereador pedia informações sobre a situação. 

Além disso, foram apresentadas e aprovadas 206 indicações, 16 requerimentos, 02 moções de apelo, 03 moções de congratulação e 03 moções de pesar. 
A Casa estava lotada e a população presente teve de se arranjar na escada para acompanhar a sessão desta terça-feira (6). Agora, o encontro semanal dos vereadores acontecem à partir das 18 horas.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE