Sumaré aposta em aula de empreendedorismo na rede

A Prefeitura de Sumaré passa a oferecer na grade curricular deste ano a aula de empreendedorismo nas escolas municipais. Em princípio, 14.500 alunos do Fundamental I e II, Ensino Médio e EJA (Educação para Jovens e Adultos) serão contemplados. A parceria firmada em outubro do ano passado entre a administração municipal, por meio das Secretarias Municipais de Educação e Desenvolvimento Econômico, com o Sebrae prevê levar a atitude empreendedora e consumo consciente aos alunos. Será uma aula semanal sobre o tema dentro da proposta do JEPP (Jovens Empreendedores Primeiros Passos), programa do Sebrae-SP criado com a finalidade de disseminar a cultura empreendedora e orientar para o plano de negócios, de maneira a estimular os comportamentos empreendedores entre crianças e adolescentes, incentivando-os à prática do empreendedorismo e o protagonismo juvenil. A educação empreendedora proposta pelo Sebrae para o Ensino Fundamental incentiva os alunos a buscar o autoconhecimento, novas aprendizagens, além de praticar o espírito de coletividade. Dessa forma, o curso aliado a um ambiente propício à aprendizagem, favorece o envolvimento dos jovens estudantes no próprio ato de fazer, pensar e aprender. ???Essa parceria com o Sebrae fortalece ainda mais a nossa rede municipal de ensino, que já é referência em muitos projetos. Essa é também a oportunidade de qualificar a nossa rede municipal, inclusive de agregar essa formação ao currículo dos professores???, destacou o prefeito Luiz Dalben.
O curso incentiva comportamentos empreendedores, além de estimular o protagonismo juvenil e a iniciativa futura na busca de possibilidades de inserção no mundo do trabalho por meio de uma postura empreendedora e autônoma. Ou seja, visa despertar a discussão, a responsabilidade e o comportamento empreendedor. ???Aprender sempre é um bom negócio e essa é uma excelente oportunidade que a Prefeitura de Sumaré oferece aos alunos da rede municipal ao implantar a cultura empreendedora na grade curricular???, comentou a secretária municipal de Educação, Mirela Cia.
Os professores receberam formação específica e os alunos ganharão os materiais didáticos, elaborados e doados pelo Sebrae. Para o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Cláudio Padovani, essa iniciativa é um legado que a atual gestão vai deixar para as próximas gerações. ????? um projeto destinado a fomentar a educação e a cultura empreendedora e, mais uma vez Sumaré sai na frente, ao implantá-lo na rede municipal, beneficiando alunos do primeiro ao nono ano, Ensino Médio e EJA. Isso demonstra o compromisso da Prefeitura de Sumaré, por meio da Secretaria Municipal de Educação, ao ofertar educação de qualidade na rede municipal???.
A educação deve atuar como instrumento de transformação e de incentivo à quebra de paradigmas e no desenvolvimento das habilidades e dos comportamentos empreendedores. E o que é importante, o curso se adequa à realidade da escola e dos alunos. O JEPP considera a autonomia do estudante tanto no quesito aprendizagem como no favorecimento ao desenvolvimento de atributos e atitudes necessários para a gestão da própria vida. Essa visão está em consonância com os quatro pilares da educação propostos pela Unesco, que são: aprender a conhecer, isto é, adquirir os instrumentos; aprender a fazer, para poder agir sobre o meio envolvente; aprender a viver juntos, a fim de participar e cooperar com os outros em todas as atividades humanas; aprender a ser, via essencial que integra as três precedentes.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE